Repositório Digital

A- A A+

Na interface entre religião e política : origem e práticas da congregação em defesa das religiões afro-brasileiras (CEDRAB/RS)

.

Na interface entre religião e política : origem e práticas da congregação em defesa das religiões afro-brasileiras (CEDRAB/RS)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Na interface entre religião e política : origem e práticas da congregação em defesa das religiões afro-brasileiras (CEDRAB/RS)
Autor Ávila, Cíntia Aguiar de
Orientador Oro, Ari Pedro
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social.
Assunto Antropologia religiosa
Antropologia social
Congregação em Defesa das Religiões Afro-Brasileiras (CEDRAB).
Intolerância religiosa
Movimento negro
Religiões afro-brasileiras
Resumo Este trabalho propõe retraçar a história de um grupo que surgiu com o intuito de defender as religiões afro-brasileiras da intolerância religiosa sofrida por este segmento religioso no estado do Rio Grande do Sul: a Congregação em Defesa das Religiões Afro-Brasileiras (CEDRAB). Formada por sacerdotes das religiões afro-brasileiras, a CEDRAB surgiu em 2002, tendo como fundadora Mãe Norinha de Oxalá. Desde o seu surgimento tem lutado contra a intolerância religiosa sofrida pelas religiões afro-brasileiras, por parte da sociedade gaúcha em geral, mas sobretudo por parte das igrejas pentecostais, destacando-se dentre elas, a Igreja Universal do Reino de Deus, e apesar de ser uma das instituições mais recentes no quadro das religiões afro-gaúchas, tem sido a que obteve maior visibilidade nos últimos anos, inclusive por parte das autoridades políticas. A partir da análise da origem e significado da CEDRAB, procurarei ressaltar a atuação deste grupo na interface do religioso com o político, ou seja, as implicações políticas da sua prática para dentro do campo afro-religioso (e mesmo afro-político), devido a uma suposta inoperância dos órgãos e instituições já existentes, e, para fora do campo afro-religioso, para conquistar um melhor espaço de reconhecimento social e religioso, sobretudo devido à intolerância religiosa que lhe é movida pelas igrejas neopentecostais e pelas instâncias oficiais, parlamentares e jurídicas.
Abstract This work proposes to redraw the history of a group that appeared with the intention of defending the Afro-Brazilian religions from the intolerance suffered by this religious segment in the state of Rio Grande do Sul: the Congregation in Defense of the Afro-Brazilian Religions (CEDRAB). Formed by priests of Afro- Brazilian religions, the CEDRAB appeared in 2002, having as founder Mãe Norinha of Oxalá. Since its emergence it has struggled against the religious intolerance that Afro-Brazilian religions suffer by part of Rio Grande do Sul society in general, but, above all, by Pentecostals churches, standing out among them, the Universal Church of the God's Kingdom (Igreja Universal do Reino de Deus), and in spite of being one of the most recent institutions in the scene of Afro-gaucho religions, it is the one that has obtained wider visibility in the last years, even close to the political authorities. From the analysis of the origin and practices of the CEDRAB, I will try to emphasize the acting of this group in the interface of the religious with the political, that is, the political implications of its practice towards inside of the Afroreligious field, due to a supposed no-operation of the organs and already existent institutions, and, toward outside of the Afro-religious field, seeking to acquire a better space of social and religious recognition, due to the religious intolerance, which is moved by neo-Pentecostals churches and by the official, parliamentary and legal instances.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18347
Arquivos Descrição Formato
000726894.pdf (992.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.