Repositório Digital

A- A A+

Sândi vocálico externo : o processo e a variação na cidade de Florianópolis-SC

.

Sândi vocálico externo : o processo e a variação na cidade de Florianópolis-SC

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Sândi vocálico externo : o processo e a variação na cidade de Florianópolis-SC
Autor Vianna, Paula
Orientador Quednau, Laura Rosane
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Florianópolis (SC)
Fonologia
Goldvarb (Programa de computador)
Língua portuguesa
Morfologia
Sândi vocálico
Sociolingüística
Variação lingüística
Vocalização
Resumo O presente estudo trata dos processos fonológicos de elisão, degeminação e ditongação no falar de Florianópolis - Santa Catarina. Para tanto, descrevemos os processos de sândi vocálico externo à luz dos pressupostos da Teoria Variacionista, utilizando amostra composta de entrevistas do projeto VARSUL. Analisamos os três fenômenos de sândi vocálico externo separadamente. Para isso, ouvimos a fala de 16 informantes de Florianópolis e submetemos os dados coletados ao programa GoldVarb2001. As variáveis testadas foram sexo, idade, escolaridade, informante), domínio prosódico, acento, extensão dos vocábulos e categoria das vogais. Os nossos resultados da análise estatística apresentaram uma taxa de 33% de aplicação para a elisão, 61% para a degeminação e 33% para a ditongação. Observamos, através destes dados, que a aplicação dos fenômenos de sândi vocálico externo é favorecida pelo contexto de atonicidade máxima. Vimos ainda que a elisão é favorecida pelos fatores qualquer extensão dos vocábulos, grupo clítico e vogal posterior na categoria da segunda vogal. A degeminação, por sua vez, apresenta maior aplicação quando temos os fatores monomorfema+palavra, frase fonológica e vogais posteriores iguais. Já a ditongação é favorecida pelos fatores Vogal alta+Vogal nãoalta ou Vogal alta+Vogal alta, monomorfema+palavra e Vogal frontal+Vogal posterior. Além disso, as variáveis sociais - sexo, idade e escolaridade - mostraram não interferir nos processos de sândi vocálico externo, sendo excluídas pelo programa computacional GoldVarb2001. Apenas a variável idade foi selecionada para a análise da ditongação, mas acreditamos que isso tenha ocorrido pelo fato de alguns informantes mais jovens apresentarem uma aplicação maior da regra. Assim, cremos que o processo de sândi depende mais de uma escolha individual e das variáveis lingüísticas do que de fatores sociais. Durante a discussão dos resultados, procuramos nos amparar em estudos já feitos sobre o fenômeno, comparando os resultados desses com os nossos.
Abstract The following study deals with the phonological process of elision, degemination and dopthongization in the utterance of people from Florianópolis, Santa Catarina. In order to do that, the processes of external vocalic sandhi are described to the light of Variationist Theory using a sample which consists of interviews from the VARSUL project. We analysed the three phenomena of external vocalic sandhi separately, in order to do that we heard 16 informants from Florianópolis and submitted the collected data to the GoldVarb2001 program. The variables which were tested were: sex, age, education, informants, prosodic domain, stress, extension of words and category of vowels. The results of the statistic analyses showed a rate of application of 33% for elision, 61% for degemination and 33% for dipthongization. Through these data we could observe that the application of the phenomena of external vocalic sandhi is triggered by the context of maximum atonicity. We also noticed the elision is activated by the following factors: any extension of words, clitic group and posterior vowels in the category of second vowel. The degemination, however, presents more application when there are the factors: monomorphem+word, phonological phrase and the same posterior vowels. Dipthongization, on the other hand, is triggered when the following factors are present: high vowel+non-high vowel or high vowel+high vowel, monomorphem+word and front vowel+posterior vowel. Besides, the social variables - sex, age and education - showed no interference in the processes of external vocalic sandhi, being, then, excluded by the GoldVarb2001 computational program. Only the variable age was selected in the dipthongization analyses, but we believe it has happened because some younger informants presented a higher application of the rule. Thus, we consider that the process of sandhi depends more on an individual choice and on the linguistic variables than on social factors. During the discussion of the results, we tried to base ourselves on studies which had already been made about the phenomenon by comparing those results to ours.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18353
Arquivos Descrição Formato
000727132.pdf (1.386Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.