Repositório Digital

A- A A+

O exame direto do lavado broncoalveolar para o diagnóstico precoce de pneumonia nosocomial : um modelo experimental em ratos

.

O exame direto do lavado broncoalveolar para o diagnóstico precoce de pneumonia nosocomial : um modelo experimental em ratos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O exame direto do lavado broncoalveolar para o diagnóstico precoce de pneumonia nosocomial : um modelo experimental em ratos
Autor Silva, Nilton Brandao da
Orientador Moreira, José da Silva
Data 2002
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas : Pneumologia.
Assunto Infecção hospitalar
Lavagem broncoalveolar
Modelos animais de doenças
Pneumonia : Diagnóstico
Ratos
Unidades de terapia intensiva
Ventilação mecânica : Efeitos adversos
Resumo A pneumonia nosocomial é a principal causa de infecção nosocomial em unidades de tratamento intensivo e possui alta morbi/mortalidade. A incidência cumulativa varia, conforme os autores, entre limites amplos desde 8% até 51%, dependendo do tipo de paciente e do uso de instrumentação das vias respiratórias. Nos casos específicos das pneumonias de má resolução e da pneumonia associada à ventilação mecânica, o diagnóstico é problemático devido à ausência de uma padronização definitiva, decorrente não só da grande variabilidade fisiopatológica como também da pouca acurácia dos critérios clínicos, microbiológicos e radiológicos. Estes fatos ensejaram a utilização progressiva de técnicas invasivas sofisticadas para coleta de amostras respiratórias endobrônquicas. Entretanto, a validação dessas técnicas para uso sistemático depende ainda de estudos que avaliem não só o seu custo/benefício em cenários clínicos diversos como também a comparação de seu desempenho para o diagnóstico com um padrão-ouro histopatológico. Além disso, o rendimento das técnicas invasivas é freqüentemente limitado quando são aplicadas em pacientes sob antibioticoterapia, que constituem a maioria dos casos em unidades de cuidados intensivos. A otimização desses testes, discutindo suas indicações e avaliando sua capacidade técnica para a confirmação ou exclusão de pneumonia, é justificada pela necessidade da instituição precoce e correta do tratamento, pois disto resulta menor mortalidade, redução de custos e permanência no hospital. Entre os testes que podem auxiliar no diagnóstico encontra-se o exame direto do lavado broncoalveolar, que proporciona resultados precoces e úteis para a tomada de decisão, mas não suficientemente testados em diferentes situações clínicas ou experimentais. Com o objetivo de avaliar o rendimento diagnóstico do exame direto precoce e das culturas quantitativas obtido por lavado broncoalveolar, estudou-se sua utilização em um modelo experimental de pneumonia provocada através de inoculação bacteriana intrabrônquica em ratos. O estudo comparou a acurácia do exame direto e dos exames culturais em três grupos de animais: Grupo A com pneumonia pneumocócica (37 animais); Grupo P com pneumonia por P. aeruginosa (26 animais) e Grupo B controle (10 animais), utilizando a histopatologia dos pulmões como teste de referência para o diagnóstico. Os Grupos A e P foram ainda randomizados em dois subgrupos cada, para tratamento ou não com antibióticos, usando penicilina no grupo pneumococo e amicacina no grupo Pseudomonas. Como resultado, observou-se que nos animais com pneumonia e ausência de antibióticos a pesquisa de bactéria fagocitada (BIC) no exame direto mostrou um rendimento elevado para o diagnóstico, sendo superior ao das culturas quantitativas. No grupo com pneumonia pneumocócica a BIC mostrou: S:94,4% a 100%, E:100%, VPP:100% e VPN:100%; e as culturas quantitativas mostraram: S:77,8%, E:100%, VPP:100%, VPN:40%. Nos com pneumonia por Pseudomonas a BIC obteve: S: 69%, E:100%; VPP:100% e VPN:71,4%); e as culturas quantitativas mostraram valores muito baixos: S:28,6%, E:100%, VPP:100% e VPN:50%). Nos animais com pneumonia pneumocócica sob tratamento antibiótico havia uma queda acentuada de sensibilidade das culturas quantitativas (S:21%) e, em menor grau da BIC (S:57,9%), mas sem perda da especificidade de ambos os exames. Ao contrário, nos animais com pneumonias por Pseudomonas sob tratamento não havia alteração no rendimento dos dois exames, cujos resultados foram semelhantes aos dos animais sem tratamento. Não havia diferenças de leitura da BIC para o diagnóstico, contando a sua positividade em macrófagos ou em neutrófilos infectados. A avaliação global dos casos estudados, reunindo todos os grupos (tratados e não-tratados) em ambos os modelos de pneumonia, mostrou que a acurácia do exame direto, representado pela pesquisa da BIC, foi superior (66%) ao das culturas quantitativas (53%). As conclusões principais do estudo foram: 1) o exame direto do lavado broncoalveolar (LBA) mostrou-se um teste útil e de alto rendimento para o diagnóstico de pneumonia quando realizado na ausência de antibióticos; 2) o LBA feito na vigência de antibióticos efetivos para a pneumonia perde mais de 50% de sua acurácia, mas não é afetado quando o antibiótico for ineficaz ou houver resistência ao mesmo; 3) a pesquisa de BIC no LBA é um exame de resultado precoce, de alta especificidade e com melhor rendimento do que as culturas quantitativas.
Abstract Nosocomial pneumonia is the main cause of nococomial infection infection in Intensive Care Units and it presents a high degree of morbi/mortality. The cumulative incidence varies, according to the authors, between the wide limits from 8% to 51%, depending on the type of patient and on the use of instrumentation of the respiratory tract. In the specific cases of non-resolving pneumonias and of the mechanical ventilation associated-pneumonias. The diagnosis is problematic due to the absence of definite standardization, resulting not only from the great physiopathological variability, but also from the little accuracy of the clinica, microbiological and radiological criteria. These facts led to the progressive use of sophisticated invasive techniques to collect respiratory samples. However, the validation of these techniques for a systematic use still depends on studies which evaluate not only their cost/benefit in the diverse clinical settings , as well as on the comparison of its performance for the diagnosis with a histo-pathological gold-standard. Moreover, the results of the invasive techniques are often limited when they are applied to patients under antibiotic therapy. The acquirements of the utmost which these tests may provide, discussing their indications and evaluating their technical capacity to confirm or exclude pneumonia is justified by the necessity of a precocious and correct administration of the treattment, because this will result in a lower rate of mortality, reduction of costs, and a shorter stay in hospital. Among the controversial tests which may help in the diagnosis is the direct exam of the bronchoalveolar lavage, which provides precocious and useful results to make a decision but not sufficiently tested in different clinical or experimental situations. Having the aim of evaluating the diagnostic value of the direct precocious exam and of the quantitative cultures obtained through broncoalveolar lavage, we studied their use in an experimental model of pneumonia provocated through intrabronchial bacterial inoculation in rats. The study compared the accuracy of the direct examination and of the quantitative cultures in three groups of animals: Group A with pneumococal pneumonia (37 animals), Group P with P. aeruginosa pneumonia (26 animals), and Group B, controls without pneumonia (10 animals), using the histopathology of the lungs as the reference test for the diagnosis. Groups A and P above were each one of them randomized into two subgroups, for treatment or not with antibiotics, using penicilin in the pneumococal group and amikacin in the Pseudomonas group. As results it was observed that in the animals with pneumonia and absence of antibiotics the research for intracelular bacteria (ICO) in the direct exam revealed high sensitive diagnosis, superior to that of the quantitative cultures. In the group with pneumococal pneumonia the ICO revealed (S: 94.4% to 100%; E: 100%; PPV: 100%; PNV: 100% ), and the quantitative cultures (S: 77.8%; E: 100%; PPV: 100%; PNV: 40%). In those with Pseudomonas pneumonia, ICO with (S: 69%; E: 100%; PPV: 100%; NPV: 71.4%) and the cultures with (S: 28.6%; E: 100%: VPP: 100%; VPN: 50%). In the animals with pneumococical pneumonia under penicilin there was a significant fall of the sensibility of yhe quantitative cultures (S: 21%) and also of the ICO, although in a lower degree (S: 57.9%), but without loss of the specificity of both exams. On the contrary, in the animals with Pseudomonas pneumonia under amikacin treatment there was no change in the sensibility of the two exams, whose results were similar to those of the animals without treatment. These were no difference in the reading of the ICO in relation to the diagnosis counting its positiveness according to infected macrophages or neutrophiles. The global evaluation of the cases studied, putting together all the groups (treated and not treated) in both models of pneumonia showed that the accuracy of the direct exam represented by the ICO research was superior (66%) to that of the quantitative cultures (53%). The main conclusions of the study were: 1) the direct exam of the bronchoalveolar lavage revealed it self a useful test of great effectiveness for the diagnosis of pneumonia when performed without antibiotics; 2) the bronchoalveolar lavage performed with the use of antibiotics effective for the pneumonia loses more than 50% of its accuracy, but does not suffer any change when the antibiotic is ineffecient or there is resistance to it; 3) the research of ICO in the bronchoalveolar lavage is an examination of precociuos result, of high specificity with better accuracy than the quantitative cultures.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/1836
Arquivos Descrição Formato
000359422.pdf (3.436Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.