Repositório Digital

A- A A+

Um portal para o Pacífico : o eixo interoceânico central e a inserção econômica brasileira

.

Um portal para o Pacífico : o eixo interoceânico central e a inserção econômica brasileira

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Um portal para o Pacífico : o eixo interoceânico central e a inserção econômica brasileira
Autor Numair, Eliane
Orientador Heidrich, Álvaro Luiz
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais.
Assunto Brasil
Desenvolvimento econômico
Política externa
Relações internacionais
[en] Brazilian foreign politics
[en] Central Interoceanic Hub
[en] Economical development
[en] IIRSA
[en] National preferences
Resumo A presente dissertação busca analisar as motivações que levam o Estado brasileiro a atuar na arena internacional, visando assegurar a competitividade das empresas brasileiras no mercado externo, especificamente a participar politicamente e investir recursos na Iniciativa para a Integração da Infraestrutura Regional Sul- Americana, com opção pelo recorte na integração da infraestrutura de transportes e logística da faixa geográfica que pretende conectar o Porto de Santos, no Oceano Atlântico aos portos marítimos de Peru e Chile, no Oceano Pacífico, designada Eixo Interoceânico Central. Para compreender tais motivações, o trabalho está dividido em quatro partes que se complementam no decurso e se interconectam na tessitura das considerações finais. Primeiramente é abordada a ascensão das questões econômicas nas prioridades de política externa dos países, ressignificando o contexto de atuação dos Estados no sistema internacional, que passam a ser movidos pela interdependência complexa, levando em consideração os interesses de grupos econômicos domésticos, para formatar suas preferências na formulação da política exterior. Estabelecida a base de sustentação dos argumentos, o estudo passa a enfocar o Brasil e a opção por instrumentalizar suas relações exteriores para concretizar o projeto de desenvolvimento econômico nacional. Nesta perspectiva, são abordadas as articulações de política externa brasileira, desde a década de 1930 - quando inicia um esforço integrado para industrialização e modernização econômica - até a proposta recente de inserção do país na economia mundial, empenhada em expandir as relações econômico-comerciais por meio de ações que contribuam para o aumento da capacidade competitiva das empresas frente à concorrência internacional. Entre tais ações são destacadas as relações de cooperação do Brasil com Bolívia, Chile, Paraguai e Peru, no sentido de promover o ordenamento de seus territórios sob a lógica da conformação da infraestrutura física, capaz de proporcionar fluidez para o escoamento da produção - momento em que se analisa em que medida as pretensões de expansão econômica brasileira estão voltadas aos parceiros comerciais da América do Sul, ou direcionadas a pontos mais distantes do horizonte, em direção à região da Ásia-Pacífico.
Abstract This dissertation seeks analyzing the motivations that lead Brazilian State to perform in the international arena, aiming at assure the Brazilian enterprises competitiveness in external market, specifically for politically take part and to invest resources in Initiative for the Integration of Regional Infrastructure in South America, choosing the prune of logistics and transportation infrastructure integration of the geographic extension that intents to connect Port of Santos, in Atlantic Ocean, to Peruvian e Chilean maritime, in Pacific Ocean, named Central Interoceanic Hub. To comprehend these motivations, this study is divided in four parts, that they complement each other along, and interconnect themselves at organization of final considerations. Firstly, it is approached the ascension of economical issues in the countries foreign politics priorities changing the States acting context in the international system, that became moved for complex interdependence, considering the domestic economical groups interests of shaping preferences on foreign politics formulation. Settled the arguments sustentation basis, the study highlights Brazil and the option for external relations way as achieve national economical development project. In this regard, the articulations to Brazilian foreign politics are approached, since 1930's - when it was began an integrated effort for economical modernization and industrialization - to recent purpose to insert nation on worldwide economy, engaged to expand the commercial-economical relations through actions in spite of contribute to increase the enterprises competitive capacity in front of international competition. As such actions, the emphasis is given to the cooperation relations of Brazil with Bolivia, Chile, Paraguay and Peru in regards to promote the ordering of their territories under the logic of physical infrastructure shaping able to allow fluidity to production flowing off - at this point, it is analyzed which extent the will of Brazilian economical expansion are toward to commercial partners of South America, or directed to farthest at the horizon, aim for Asia-Pacific region.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18360
Arquivos Descrição Formato
000727785.pdf (4.456Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.