Repositório Digital

A- A A+

A interação trabalho-família nas histórias de vida de gestores intermediários

.

A interação trabalho-família nas histórias de vida de gestores intermediários

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A interação trabalho-família nas histórias de vida de gestores intermediários
Autor Walber, Ana Luísa Schulz
Orientador Garay, Angela Beatriz Scheffer
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Família
Gestores : Empresas
Trabalho
[en] Contemporary work
[en] Life stories
[en] Men roles
[en] Middle managers
[en] Petrochemical industry
[en] Work-family interaction
Resumo Trabalhar e ter família sempre foram fatos presentes na vida dos seres humanos. Em cada momento histórico os significados atribuídos ao trabalho e à família foram diversos, bem como os modos de viver e de relacionar estes dois âmbitos. Este estudo propõe uma reflexão sobre a interação entre as esferas do trabalho e da família, remetendo um olhar específico para a sociedade contemporânea. No momento atual, confrontados pelas características peculiares de organização social e econômica, os indivíduos experienciam a velocidade, a incerteza, a impermanência e a complexidade como fatos corriqueiros em suas vidas. O avanço tecnológico, a informatização e a globalização também fazem parte hoje do trabalho e da família. Os indivíduos hoje convivem com as exigências de um mercado dinâmico, embasado na rentabilidade econômica e no consumo, cujos efeitos são refletidos em todas as esferas da vida. Utilizando-se de histórias de vida como técnica investigativa, este estudo propiciou a análise desta realidade a partir de compreensões particulares de quatro gestores intermediários atuantes em indústria petroquímica. O relato de histórias pessoais possibilitou aos narradores um retorno a momentos específicos de suas vidas, onde compreensões e valores foram destacados. Os resultados demonstram a complexidade do relacionamento entre o trabalho e a família. Os modos de se experienciar a confluência de solicitações do trabalho e da família dependem de momentos de vida e variam de indivíduo para indivíduo, não sendo possível afirmar que são conflitantes e causadores de sofrimento em todas as situações. É possível identificar também situações de ganho em ambas as esferas, tendo a família um efeito positivo no trabalho e vice-e-versa. Do mesmo modo, é possível identificar nos relatos que o trabalho e a família hoje são territórios habitados por ambos os sexos: a administração do lar, a criação e educação dos filhos devem ser também funções masculinas, sinalizando as mudanças nos modos de viver e de se relacionar. Contudo, percebe-se que as crenças sobre trabalho e família destes gestores ainda estão arraigadas a padrões culturais da época de sua formação profissional, educacional e moral, seguindo as conformações de trabalho e de família da geração dos seus pais. O transitar entre concepções antigas e novas remete às características da sociedade contemporânea, traduzindo um momento incerto e de mudança.
Abstract To work and to have a family have always been basic in human life. In every historical moment, different meanings were given to work and family, as well as were different the ways of living and interacting between these two domains. This study aims to allow thought about work-family interactions, especially regarding the contemporary society. At this particular social/economical moment, people are being confronted with particular characteristics and are experiencing uncertainty, constancy of changes and complexity. The information technology revolution and globalization are part of work and family: individuals face today the demands of the economical market, based on profitability and consumption, and its effects are spread in both work and family domains. Using life stories as the methodological approach, this study analyses this reality through the personal experiences of four middle managers working in a petrochemical industry. The act of telling about their lives gave them the possibility to re-experience some critical moments, where values and beliefs were enunciated. The results confirmed the complexity of work-family interactions, and showed that there are different ways of facing the multiplicity of demands, with choice differing from person to person and depending on the moment of life. It is not possible to assure that family and work are conflicting spheres and that there are always negatives spillovers. In this study, work-family interactions with positive spillovers were identified s well. It is also possible to conclude, based on their speeches, that nowadays work and family are common territories: household tasks and child care and education are also men requirements and this fact enlightens the changes in the way people live and interact in the work and in the family. However, it was perceived that their beliefs about work and family are still strongly based on their parents values and realities, under which these middle managers were raised. Applying at the same time old and new values leads to the present society specificities, reinforcing the uncertainty and the lack of patterns.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18372
Arquivos Descrição Formato
000728464.pdf (425.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.