Repositório Digital

A- A A+

Regulação da leitura e da literatura infanto-juvenil no Rio Grande do Sul na década de 1950 : interdição, triagem e intervenção das autoridades

.

Regulação da leitura e da literatura infanto-juvenil no Rio Grande do Sul na década de 1950 : interdição, triagem e intervenção das autoridades

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Regulação da leitura e da literatura infanto-juvenil no Rio Grande do Sul na década de 1950 : interdição, triagem e intervenção das autoridades
Autor Ventorini, Eliana
Orientador Stephanou, Maria
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Leitura
Literatura infanto-juvenil
[en] Education
[en] Infanto-juvenile literature
[en] Reading
Resumo A investigação aqui apresentada se inscreve no campo da História da Educação e procura dialogar, preferencialmente, com os aportes teóricos da História Cultural, em especial com os contextos de pesquisa envolvendo a história do livro e da leitura. É, pois, através da interlocução entre estes dois campos do conhecimento - história e educação - que o estudo procura compreender os dispositivos de controle da literatura infanto-juvenil, isto é, as ações que intentavam controlar, coibir, taxar e interditar determinados impressos, notadamente periódicos infanto-juvenis, em circulação no Rio Grande do Sul no decorrer da década de 1950. Ou ainda, as estratégias de regulação impostas na tentativa de governar a leitura da maioria. Ao mesmo tempo, compreender as práticas discursivas sobre a literatura e o leitor jovem, bem como as condições de possibilidade de emergência e proliferação de tais práticas naquele contexto histórico. Procurou-se compreender, ainda, como o controle da leitura e da literatura infanto-juvenil é construído discursivamente, de modo a ser justificado e autorizado como verdade.
Abstract The investigation here presented enrolls itself in the field of the History of the Education and it tries to dialogue, preferentially, with the theoretical contributions of the Cultural History, especially with the research contexts involving the history of the book and the reading. It is, therefore, through the dialogue among these two fields of the knowledge -history and education - that the study searches for understanding the devices of control of the infanto-juvenile literature, that is, the actions that attempted to control, to restraint, to rate and to interdict certain printed papers, mainly infanto-juvenile newspapers, the ones which was circulating in Rio Grande do Sul, during the 1950s. Or still, the regulation strategies imposed in the attempt of governing the reading of the majority. At the same time, to understand the discursive practices on the literature and on the young readers, as well as the conditions of emergency possibility and proliferation of such practices in that historical context. In addition, to understand, still, how the control of the reading and the infanto-juvenile literature is built discoursively, in a way to be justified and authorized as a truth.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18380
Arquivos Descrição Formato
000729543.pdf (2.724Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.