Repositório Digital

A- A A+

Projeto civitas : (multi)(pli)cidades e as interveRsões do tempo na sala de aula: ensino fundamental

.

Projeto civitas : (multi)(pli)cidades e as interveRsões do tempo na sala de aula: ensino fundamental

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Projeto civitas : (multi)(pli)cidades e as interveRsões do tempo na sala de aula: ensino fundamental
Autor Martins, Márcio André Rodrigues
Orientador Axt, Margarete
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Ensino fundamental
Formação
Intervenção
Prática pedagógica
Professor
Sala de aula
[en] Classroom
[en] Experimentation
[en] Intervention
[en] Pedagogic practic
[en] Primary education
[en] Projeto civitas
[en] Teacher
[en] Technology
Resumo Esta tese pretende apresentar uma contribuição aos estudos em educação e, mais especificamente, para a formação de professores em serviço, por meio de um debate sobre as condições de criar e inventar, para além da reprodução de modelos. Essa discussão que, via de regra, já vem acontecendo há mais tempo, tem defendido a invenção do novo como ruptura dos modos dominantes de pensar e aprender que tendem a cópia e a reprodução. Já a tese explorou as possibilidades de invenção, dando-se na coexistência com os modelos instalados e vigentes de pensar e aprender, sem ruptura anunciada ou como pressuposto de partida, mas por interversões que desviam as linhas instituídas como rotinas e hábitos nos modos de ensinar e aprender em sala de aula. A problematização inicial é de natureza filosófica, mas a ciência, atualmente contagiada e desafiada nessa direção, permitiu que esse estudo se aproximasse do tênue e intenso fio que faz comunicar esses dois planos: o filosófico e o científico. As linhas de tensionamento para pensar a invenção em educação, e mais especificamente a invenção na sala de aula e na formação de professores, foram estudadas, para esta tese, a partir das produções filosóficas de Bergson, Deleuze e Guattari, e científicas com Prigogine. Essas linhas apresentam- -se, num sentido, como tendência a produzir um observador externo, explicador do mundo, sendo arrastado pelos contextos práticos e utilitários da vida cotidiana, podendo ser denominadas de tendência ao desenvolvimento. Em outro sentido, coexistente ao primeiro, as linhas em tensão apresentam-se em curva, fazendo da resistência uma tendência ao envolvimento, que, pelo contágio de si, e pela implicação, permitiria ultrapassar e inverter as tendências explicativas. As condições de produção desta tese, ENTRE essas duas linhas, são dadas pelo vínculo com um grupo de pesquisa em desenvolvimento no Laboratório de Estudos em Linguagem, Interação e Cognição - LELIC - da Faculdade de Educação da UFRGS, com o Projeto Civitas e pelos grupos de estudos com os professores em formação. Desse agenciamento "LELIC-Civitas-professores", que é o meio, o entrelinhas, entre-tempo, emerge um campo de experimentação e problematização das ideias e do pensamento. Assim, a tese explorou tanto a "invenção das condições de invenção" de um pesquisador, de uma sala de aula, de um professor, de um grupo, de uma rede, como as inversões que se produzem nas linhas que tendem a desviar, das mudanças contínuas e em devir, próprias da duração dessa invenção. O estudo das inversões passou por uma discussão sobre modos de simular e de pensar e prosseguiu nos capítulos finais da tese com a exploração do plano do conceito de interveRsão e dos diagramas de interveRsões.
Abstract This thesis intended to make a contribution to studies in education and more specifically to educate teachers in service, through a debate on how to create and invent, beyond the reproduction of models. This discussion, which as a rule has been going on, supports inventing new thoughts and rupturing with dominant modes of thinking and learning, which have a tendency to copy and to reproduce. This thesis, on the other hand, explored the possibilities for invention, which happens in coexistence with the traditional and current models to think and learn, without a rupture as such, but with inversions that deviate from the lines established as routines and habits and modes of teaching and learning in the classroom. The initial questioning is philosophical in nature, but science, currently infected and challenged in this direction, enabled this study to approach the delicate and heavy thread communicating the philosophical to the scientific level. The lines of tension to think the invention in education and more specifically the invention in the classroom and in teacher education were studied for this thesis from the philosophical productions of Bergson, Deleuze and Guattari, and the scientific productions of Prigogine. These lines present themselves in one sense as a tendency to make an outside observer, explainer of the world, drawn by the utilities and practical contexts of everyday life that can be called a trend towards development; in another sense, alongside the first one, tension lines present as curved lines that turn resistance into a trend to involvement that through contagion of self, and by implication, would help to overcome and reverse the explanatory trends. The conditions for the production of this thesis between these two lines are given by a link to a research group under development at the Laboratory for Studies in Language, Interaction and Cognition - LELIC, Faculty of Education at the UFRGS with the Civitas Project and groups of studies with teachers under education. From this agency 'LELIC-Civitas-teachers', which is the milieu, the intertwining agent, the time between, emerges a field of experimentation and questioning of ideas and thought. Therefore, this thesis explored both the 'invention of the conditions for invention' of a researcher, of a classroom, of a teacher, of a group, of a network, and the inversions that occur in those lines that tend to deviate from continuous changes and to become, throughout the duration of the invention. The study of inversions has gone through a discussion of ways to simulate and to think and continued in the final chapters of the thesis with the construction of the concept of interveRsion and interveRsion diagrams.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/18384
Arquivos Descrição Formato
000729550.pdf (4.963Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.