Repositório Digital

A- A A+

Infiltração microbiana em dentes obturados com diferentes cimentos endodônticos e preparados para pino

.

Infiltração microbiana em dentes obturados com diferentes cimentos endodônticos e preparados para pino

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Infiltração microbiana em dentes obturados com diferentes cimentos endodônticos e preparados para pino
Autor Portella, Fernando Freitas
Orientador Samuel, Susana Maria Werner
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Odontologia.
Assunto Canais radiculares : Obturacao
Cimentos
Microinfiltração
[en] Dental leakage
[en] Post and core technique
[en] Root canal obturation
Resumo A manutenção da assepsia dos canais radiculares é essencial ao sucesso, a longo prazo, de dentes tratados endodonticamente. Na prática clínica existe um período de tempo crítico entre o preparo do conduto e a cimentação de um pino retentor, pois o selamento coronário provisório pode não ser satisfatório. O objetivo desse estudo foi avaliar, in vitro, a capacidade de selamento apical de quatro cimentos endodônticos em dentes preparados para receber um pino. Quarenta e nove raízes de incisivos inferiores humanos tiveram seus canais radiculares instrumentados e obturados com diferentes cimentos endodônticos, constituindo quatro grupos teste, de 11 espécimes cada: AH Plus, Sealer 26, Endofill e cimento experimental a base de MTA. Após sete dias, foi feito o preparo para receber núcleo e os dentes montados em um aparato de duas câmaras para avaliar a microinfiltração bacteriana através da obturação remanescente do canal. A infiltração foi analisada pela turvação do meio de cultura contido na câmara inferior, em contato com o ápice das raízes. O tempo médio em dias para que ocorresse a infiltração foi de 22,73 para o AH Plus, 37,55 para o Sealer 26, 24,73 para o Endofill e 34,36 para o cimento com MTA. Ao longo do período experimental não se verificou diferença entre o selamento proporcionado pelos diferentes cimentos. Então, durante o preparo e moldagem dos condutos deve-se evitar a penetração de saliva no interior do canal, bem como devese restaurar os dentes o mais rápido possível.
Abstract The maintenance of asepsis of the root canals is essential to achieve endodontic treatment success. In clinical practice, the period between the post space preparation and cementing a post and core is a concern, since the provisional coronal sealing couldn’t be satisfactory. The aim of this study was to evaluate in vitro apical sealing ability of four root canal sealers in post prepared teeth. Forty-nine roots of human mandibular incisors were instrumented and filled with different root canal sealers, four test groups of 11 specimens each were formed: AH Plus, Sealer 26, Endofill and MTA experimental filling material. After seven days, the post space was prepared and the teeth were mounted in a two-chamber apparatus to evaluate the bacterial microleakage through the remnant filling material. The infiltration was analyzed by turbidity of culture medium contained in the lower chamber, in contact with the roots apex. The average time in days for infiltration was 22.73 for AH Plus, 37.55 to Sealer 26, 24.73 to Endofill and 34.36 for the sealer containing MTA. Following the experimental period there was no difference between the sealing provided by different cements. Thus, during the post space and impressions procedures saliva penetration should be avoided into the canals, as well as the restorative procedure should be done as soon as possible.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/18461
Arquivos Descrição Formato
000729791.pdf (536.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.