Repositório Digital

A- A A+

Remoção parcial de dentina cariada em lesões de cárie profundas : dois anos de acompanhamento clínico

.

Remoção parcial de dentina cariada em lesões de cárie profundas : dois anos de acompanhamento clínico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Remoção parcial de dentina cariada em lesões de cárie profundas : dois anos de acompanhamento clínico
Autor Moura, Mauricio dos Santos
Orientador Maltz, Marisa
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Odontologia.
Assunto Carie dentaria
Dentina
Restauracoes
[en] Deep caries
[en] Deep caries lesions
[en] Indirect pulp capping
[en] Partial caries removal
[en] Stepwise excavation
Resumo O objetivo deste ensaio clínico controlado randomizado multicêntrico (Porto Alegre e Brasília) foi avaliar a efetividade de uma abordagem alternativa em lesões de cárie profundas após dois anos de acompanhamento. O tratamento consistiu na remoção parcial de dentina cariada e restauração em única sessão (RPDC). Participaram do estudo indivíduos a partir de nove anos de idade, com molares permanentes com lesões de cárie profundas, ausência de alteração periapical (exame radiográfico), sensibilidade pulpar positiva (teste térmico), ausência de dor espontânea e sensibilidade à percussão negativa. Os indivíduos foram randomicamente atribuídos ao grupo teste - RPDC, ou grupo controle - tratamento expectante (TE). O TE consistiu na remoção parcial de dentina cariada, capeamento pulpar indireto com cimento de hidróxido de cálcio, restauração provisória, reabertura da cavidade após 60 dias, remoção da dentina cariada remanescente e restauração. Todas as cavidades foram forradas com cimento de ionômero de vidro e restauradas com resina composta ou amálgama. Foram executados 293 tratamentos, 146 RPDC e 147 TE. Não houve diferença entre os grupos em relação às variáveis basais (gênero, idade e renda familiar). No segundo ano de acompanhamento, foram realizadas 113 avaliações. Os resultados foram obtidos a partir de parâmetros indicadores de vitalidade pulpar: sensibilidade pulpar (teste térmico) e ausência de lesão periapical (exame radiográfico). A taxa de sucesso após dois anos foi de 87% e 73% na RPDC e no TE, respectivamente (p<0,05). Motivos de insucesso: RPDC - 2 hiperemias, 3 pulpites e 2 necroses; TE - 12 pulpites, 3 necroses, 1 tratamento endodôntico e 1 extração. Não houve associação significativa entre as variáveis analisadas (gênero, idade, tratamento, material restaurador e número de superfícies restauradas) e o desfecho clínico. Os resultados sugerem que RPDC é o tratamento de eleição para lesões de cárie profundas quando comparada ao TE. CNPq (403420/04-0) FAPERGS (04/1531-8), apoio financeiro da DFL, Ivoclar/Vivadent e SDI.
Abstract The aim of this multicenter randomized controlled clinical trial was to evaluate the effectiveness of an alternative approach for deep caries lesions in Brazil (Porto Alegre and Brasilia) after 2-year of follow-up. The treatment consisted of partial caries removal followed by restoration in a single session (PCR). Inclusion criteria: patients who were ≥ nine years old presenting permanent molars with primary deep lesion reaching inner half of dentine, absence of periapical alterations (radiographic exam), pulpal sensibility (cold test), absence of spontaneous pain and negative percussion test. The subjects were randomly assigned to test group - PCR, or control group - stepwise excavation (SE). SE consisted of partial removal of carious dentine, indirect pulp capping with calcium hydroxide cement, temporary filling, cavity re-opening after 60 days, removal of the remaining soft carious dentine and filling. All cavities were lined with glass ionomer cement and restored with resin composite or amalgam. Two hundred and ninety three treatments were performed, 146 PCR and 147 SE. There were no differences between the groups regarding baseline characteristics (gender, age and family income). The outcome was defined as pulp sensibility to cold test and absence of periapical alterations, assuming those parameters are indicators of pulp vitality. After two years 113 teeth were evaluated showing a success rate of showing 87% and 73% in PCR and SE, respectively (p<0.05). Reasons for failures: PCR - 2 hyperemias, 3 pulpitis and 2 necrosis; SE - 12 pulpitis, 3 necrosis, 1 endodontic treatment and 1 extraction. None variable (gender, age, treatment, restorative material and number of restored surfaces) was significantly associated with the outcome. The results suggest that PCR seems to be the preferred treatment for deep caries lesions when compared with SE. Grants: CNPq (403420/04-0) FAPERGS (04/1531-8), financial support from Ivoclar/Vivadent, DFL and SDI.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/18467
Arquivos Descrição Formato
000729833.pdf (197.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.