Repositório Digital

A- A A+

Comparação dos parâmetros clínicos periodontais num ensaio clínico randomizado envolvendo mulheres obesas e não obesas

.

Comparação dos parâmetros clínicos periodontais num ensaio clínico randomizado envolvendo mulheres obesas e não obesas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comparação dos parâmetros clínicos periodontais num ensaio clínico randomizado envolvendo mulheres obesas e não obesas
Autor Almeida, Alessandro Santana de
Garcez, Guilherme Ramos
Orientador Rösing, Cassiano Kuchenbecker
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Odontologia.
Assunto Periodontia : Doencas
[en] Obesity
[en] Periodontitis
[en] Randomized controlled trials
Resumo A relação obesidade/doença periodontal tem sido objeto de estudo em diferentes partes do mundo especialmente na última década. A odontologia tem se preocupado com as possíveis repercussões da obesidade sobre os tecidos de suporte dos dentes, uma vez que ambos são modulados pela resposta imuno-inflamatória. Um estudo de base populacional na região metropolitana de Porto Alegre demonstrou que mulheres obesas tiveram não só maior risco de apresentar periodontite, como também maior progressão da perda de inserção periodontal do que mulheres não obesas. O objetivo desse estudo foi comparar os diferentes parâmetros clínicos periodontais em mulheres obesas e não obesas no início de um ensaio clínico randomizado duplo cego controlado por placebo. Foram incluídas 20 mulheres e os resultados aqui apresentados compreendem as mulheres classificadas como Obesas e Peso Normal. Comparou-se, entre os grupos, o número de dentes presentes, índice de placa visível (IPV), índice de sangramento gengival (ISG), fatores retentivos de placa (FRP), recessão gengival (RG), profundidade de sondagem (PS), sangramento à sondagem (SS) e perda de inserção (PI). Para avaliação dos dados dicotômicos e dados contínuos utilizou-se o teste de Mann Whitney (Wilcoxon) e teste t para amostras independentes, respectivamente. O número médio de dentes presentes nas mulheres com peso normal foi de 22,7 e para as obesas foi de 21,6. Ainda que os resultados tenham mostrado maiores valores para todos os parâmetros para as obesas, a análise estatística não demonstrou diferenças significativas em nenhum parâmetro avaliado (p>0,05). Conclui-se que em um ensaio clínico randomizado com critérios de inclusão estritos, não se observam diferenças entre parâmetros periodontais entre mulheres obesas e não obesas.
Abstract The association between obesity/periodontal disease has been studied in different parts of the world especially in the last decade. Dentistry has dealt with the possible repercussions of obesity on tooth supporting tissues, since both problems are modulated by the immune-inflammatory response. A representative studie from metropolitan area of Porto Alegre demonstrated that obese women had not only an increased risk to periodontitis but also more progression of attachment loss as compared to non-obese women. The aim of the present study was to compare different clinical periodontal parameters in obese and non-obese women at baseline of a double-blind placebo controlled randomized clinical trial. Twenty women were included and the results presented here includes obese and normal weighted women. Comparisons of the number of present teeth, Visible Plaque Index, Gingival Bleeding Index, Plaque Retentive Factors, Gingival Recession, Probing Depth, Bleeding on Probing and Attachment Loss were made. Comparisons for dichotomic and continuous data were performed by Mann Whitney (Wilcoxon) and independent sample t test respectively. The mean number of present teeth in normal weighted women was of 22.7 and for obese women of 21.6. Even the results have demonstrated higher values for all parameters for obese women, the statistical analysis did not demonstrate any significant difference (p>0.05). It may be concluded that in a randomized controlled trial with strict inclusion criteria, no significant differences among obese and non obese women can be detected in periodontal parameters.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/18471
Arquivos Descrição Formato
000729840.pdf (2.161Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.