Repositório Digital

A- A A+

Correlação entre o diagnóstico clínico, dermatoscópico e histológico de nevos atípicos

.

Correlação entre o diagnóstico clínico, dermatoscópico e histológico de nevos atípicos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Correlação entre o diagnóstico clínico, dermatoscópico e histológico de nevos atípicos
Autor Procianoy, Perla Drescher de Castro
Orientador Bakos, Lucio
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Dermoscopia
Diagnóstico
Patologia
Resumo Os nevos atípicos são lesões melanocíticas adquiridas associadas ao risco de desenvolvimento de melanoma cutâneo (MC). Como nem todos os nevos atípicos são diagnosticados corretamente através do diagnóstico clínico, é necessário usar ferramentas adicionais para o diagnóstico correto. O objetivo deste trabalho é estudar e especificar a acurácia do diagnóstico clínico e dermatoscópico dos nevos atípicos, comparada à histopatologia, considerada padrão‐ouro. Neste estudo de casos e controles, 53 lesões melanocíticas foram analisadas, avaliando‐se as características clínicas, dermatoscópicas e histológicas. Nevos histologicamente atípicos foram classificados como casos e as demais lesões como controles. Foi calculada a sensibilidade e a especificidade do diagnóstico clínico e dermatoscópico, usando tanto a Análise de Padrões quanto o escore ABCD. Também foi feita uma comparação do escore ABCD médio nos grupos de casos e controles, além de uma correlação entre estruturas determinadas pela Análise de Padrões e o diagnóstico de nevo atípico através do Teste Qui‐quadrado de Pearson. O diagnóstico clínico teve uma sensibilidade de 50% e especificidade de 53,7%. Usando o escore ABCD e considerando‐se como diagnóstico o intervalo entre 4,75 e 5,45, a sensibilidade da amostra foi de 8,3% e a especificidade alcançou 87,5%. Quando o intervalo diagnóstico usado foi de 3,3 a 6,8, a sensibilidade do escore ABCD foi de 41,7% e a especificidade de 61%. O diagnóstico dermatoscópico usando a Análise de Padrões foi teve uma sensibilidade de 91,7% e especificidade de 41,5%. Foi encontrada uma correlação estatisticamente significativa entre o diagnóstico histológico de nevos atípicos e a presença de hipopigmentação à dermatoscopia. A dermatoscopia não parece ser, portanto, até o momento, um exame fidedigno para o diagnóstico de nevos atípicos.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18508
Arquivos Descrição Formato
000729174.pdf (506.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.