Repositório Digital

A- A A+

Frequência e intensidade de poda em pomares jovens de laranjeiras 'valência' sob sistemas de manejo orgânico e convencional

.

Frequência e intensidade de poda em pomares jovens de laranjeiras 'valência' sob sistemas de manejo orgânico e convencional

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Frequência e intensidade de poda em pomares jovens de laranjeiras 'valência' sob sistemas de manejo orgânico e convencional
Outro título Frequency and intensity of pruning in young orchards of 'valencia' oranges under organic and conventional systems
Autor Santarosa, Emiliano
Orientador Koller, Otto Carlos
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia.
Assunto Laranja
Poda
Resumo A poda de frutificação é uma maneira de controlar o crescimento vegetativo, aumentar a luminosidade e aeração na copa, além de estimular a formação de novos ramos frutíferos. Porém, as plantas cítricas apresentam restrições quanto a podas severas e frequentes, podendo diminuir a produtividade nos anos subsequentes. Este trabalho teve como objetivo avaliar a existência de reflexos da frequência e intensidade de poda em pomares jovens, em sistemas de manejo orgânico e convencional, sobre o desenvolvimento das árvores, sobre a produção e a qualidade dos frutos da laranjeira (Citrus sinensis Osbeck) cv. Valência. As plantas foram enxertadas sobre Poncirus trifoliata (L.) Raf. e plantadas em agosto de 2001, no Centro de Formação da EMATER/ASCAR, situado no município de Montenegro-RS. Os tratamentos foram: A – Testemunha, sem poda; B – Poda anual de 15% do volume da copa; C – Poda bienal de 15% do volume da copa; D – Poda bienal de 30% do volume da copa; E – Poda trienal de 30% do volume da copa. O delineamento experimental utilizado foi de blocos ao acaso, com quatro repetições e quatro plantas úteis por parcela. Para avaliação dos resultados foram contados e pesados os frutos produzidos por planta e determinada a massa média dos frutos nas safras de 2005, 2006, 2007 e 2008. Foram avaliados aspectos relativos à qualidade do fruto, como teor de sólidos solúveis totais (SST), acidez total titulável (ATT) e relação SST/ATT. O desenvolvimento das plantas foi avaliado pela medição do perímetro do tronco, diâmetro, altura e volume da copa e foi determinado o índice de produtividade. As podas de frutificação, em pomares com menos de sete anos de idade, não alteraram a produção total de três safras no pomar convencional e quatro no pomar orgânico, nem a qualidade físico-química dos frutos e o desenvolvimento das árvores. As frequências e intensidades de poda, testadas no sistema orgânico, reduziram a produção no ano subsequente à execução da poda. No sistema convencional, as podas de 15% não reduziram significativamente a produção no ano subsequente, sendo que a poda bienal de 15% proporcionou maior produção de frutos na segunda safra após sua execução.
Abstract Pruning fruit trees is a technique that can be used to control vegetative growth, to increase light penetration and air flow though the canopy, and stimulate the growth of new flowering shoots. However, the frequent and severe pruning of citrus trees have restrictions because it may reduce the fruit yield in subsequent years. This study was carried out to evaluate the influence of frequency and intensity of pruning on young orchards, on organic and conventional management systems, on the development of trees and on the yield and fruit quality of ‘Valencia' oranges (Citrus sinensis Osbeck). The trees were budded on Poncirus trifoliata (L.) Raf. rootstock and implanted in august, 2001, at the EMATER/Ascar Training Center, located in Montenegro, Rio Grande do Sul. The pruning tested were: A - control, without pruning; B - annual pruning of 15% canopy volume; C - biennial pruning of 15% canopy volume; D - biennial pruning of 30% canopy volume; E - Three-year pruning of 30% canopy volume. The experiment had a randomized complete-block design, with fourtree plots and four replications. To evaluate the results, the total fruit mass production for each plant was registered and the average weight fruit in the crops 2005, 2006, 2007 and 2008 was determined. Aspects relating to fruit quality, total soluble solids (TSS), total acids concentration (TTA) and ratio (TSS/TTA) were assessed. The development of plants was assessed by measuring the trunk perimeter, tree height and diameter, canopy volume and yield efficiency. In orchards under seven years of age, the pruning does not change the cumulative yield, the fruit quality and its physical-chemical properties, nor the development of the trees for three seasons in the conventional orchard and for four seasons in the organic orchard. The frequencies and intensities of pruning, tested in the organic system, reduce the yield in the year after the pruning is carried out. In the conventional system, the pruning of 15% do not significantly reduce the yield the following year, and the biennial pruning of 15% provides increased fruit yield in the second season after it is carried out.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18522
Arquivos Descrição Formato
000730058.pdf (1.181Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.