Repositório Digital

A- A A+

A interação entre artigos e patentes : um estudo cientométrico da comunicação científica e tecnológica em biotecnologia

.

A interação entre artigos e patentes : um estudo cientométrico da comunicação científica e tecnológica em biotecnologia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A interação entre artigos e patentes : um estudo cientométrico da comunicação científica e tecnológica em biotecnologia
Autor Moura, Ana Maria Mielniczuk de
Orientador Caregnato, Sonia Elisa
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação.
Assunto Artigo científico
Cientometria
Co-autoria científica
Comunicação científica
Patentes
[en] Article
[en] Coactivity
[en] Co-authorship
[en] Co-classification
[en] Co-invention
[en] Interaction S&T
[en] Patent
[en] Scientometrics
Resumo As etapas do trabalho constituíram-se de busca nas bases de dados; limpeza e organização dos nomes de autores e de instituições; análises estatísticas e de redes sociais; correlação entre a co-invenção e co-autoria, a partir da ocorrência de autores co-ativos – que publicaram tanto patentes como artigos - nos dois tipos de documentos; correlação entre os assuntos dos artigos e das patentes a partir do mapeamento dos assuntos proposto por Glänzel e Schubert (2003) e dos códigos da Classificação Internacional de Patentes (CIP). A Biotecnologia no Brasil caracteriza-se por apresentar uma forte interação entre Ciência e Tecnologia, o que significa que os inventores transitam entre as duas esferas e produzem tanto publicações científicas como tecnológicas, principalmente no âmbito da universidade. Os resultados mostram que no ranking da produção científica, lideram as universidades públicas (federais e estaduais) e instituições de pesquisa. Observou-se que há intensa colaboração entre estes dois tipos de instituições, com a formação de clusters com laços fortes, não acontecendo colaboração destas com empresas, de forma efetiva. No ranking da produção tecnológica, as empresas depositantes não figuram entre os primeiros lugares, ficando estes ainda ocupados pelas universidades, instituições de pesquisa e de fomento. Muitos depositantes e inventores encontram-se isolados nas análises de redes sociais, confirmando a predominância de redes diádicas ou a falta de formação de redes de co-autoria de patentes na área da Biotecnologia. Encontra-se um núcleo de preferência para a co-autoria em artigos situado entre 3 e 7 autores. Em patentes, os co-ativos demonstram a preferência pela produção individual ou em pequenas equipes. Os autores e instituições coativas que mais possuem patentes são também aqueles que mais publicam artigos, apresentando uma relação entre produção de artigos e patentes. A co-autoria encontrada nas publicações de patentes se repete nas publicações científicas, demonstrando uma interação entre C&T, que alcança um percentual de 70,7% de interação entre a produção científica e tecnológica. Esta interação também foi observada a partir da co-classificação, atingindo o percentual de 83,4%. As patentes que mais possuem convergência entre co-autoria e co-classificação são aquelas que possuem menor número de co-ativos. A hipótese H1, que afirmava que os autores co-ativos mais produtivos em C&T pertencem a redes de co-autoria interpessoais mais densas, não foi comprovado. Considera-se que as técnicas da cientometria utilizadas neste estudo possibilitaram a análise da interação entre C&T na área da Biotecnologia no Brasil.
Abstract The research work analyzes the interaction between science and technology (S&T) from a scientometric approach, using co-authorship and co-classification techniques. It aims to demonstrate the movement of Biotechnology researchers and inventors from Brazil across the scientific and technological spheres by means of correlating their articles and patents. The corpus comprises 2.584 articles and 194 patents collected from INPI´s Patents Application Database and WebofScience, in that order. The research work included data collection, cleaning and organization of author’s and institutional names; statistical and social networks analysis; correlation between co-invention and co-authorship through occurrence of coactive authors – who published both articles and patents - in both types of documents; correlation between articles and patents subjects from mapping the subjects suggested by Glänzel e Schubert (2003) and the codes of international patents classification (IPC). Biotechnology in Brazil is characterized by presenting a strong connection between S&T, which means that inventors move through both domains and produce both technological and scientific publications, manly within the university. The public universities (federal and state)and research institutes lead the ranking of scientific production. There was evidence of intensive collaboration between these two types of institutions, configuring a cluster with strong bonds, but not showing collaboration with companies, in an effective way. In the ranking of technological production, the depositing companies were not listed among the first place, in which figures universities, research institutes and financing bodies. Many depositors and inventors are isolated in the social networks analysis, showing the predominance of dyadic networks or the lack of patent networks configuration in the Biotechnology field. There is a preference to co-authorship articles in groups situated around 3and 7 authors. In patents, the coactive authors showed preference for individual production or in small groups. The coactive authors and institutions that have more patents are also those that publish articles the most, showing a relation between production of articles and patents. The co-authorship found in patent publications was also found in the scientific publications, indicating an interaction between S&T, reaching 70, 7% of interaction between scientific and technological production. This interaction was also observed by means of co-classification, reaching a percentage of 83, 4%. The patents that have more convergence among co-authorship and co-classification are those that have a minor number of coactive authors. The H1 hypotheses, which asserts that the most productive coactive authors in S&T belong to more dense interpersonal co-authorship network, was not proven. It is considered that the scientometrics techniques used in this study enabled the analysis of the interaction between S&T in Biotechnology field in Brazil.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/18561
Arquivos Descrição Formato
000715088.pdf (3.036Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.