Repositório Digital

A- A A+

Influência do resveratrol, quercetina e temozolomida na formação de tumor-esferas em glioma humano in vitro

.

Influência do resveratrol, quercetina e temozolomida na formação de tumor-esferas em glioma humano in vitro

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Influência do resveratrol, quercetina e temozolomida na formação de tumor-esferas em glioma humano in vitro
Autor Villodre, Emilly Schlee
Orientador Lenz, Guido
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Ênfase Molecular, Celular e Funcional: Bacharelado.
Assunto Glioma
Quercetina
Resveratrol
Temozolamida
Resumo Gliomas são tumores do Sistema Nervoso Central, originados de células gliais. Caracterizam-se por sua alta invasibilidade e proliferação, além de quimio e radiorresistência e altos índices de recorrência e morte. Evidências recentes sugerem que esses gliomas apresentam uma população de células tronco tumorais que estariam envolvidas na sua resistência a terapias. A linhagem celular de glioma humano U87 caracteriza-se por formar esferas quando em cultura e essas esferas são enriquecidas em células tronco tumorais. Temozolomida (Tmz) é um anti-tumoral utilizado na terapia de diversos tumores, inclusive gliomas. Resveratrol (Rsv) e Quercetina (Quer) são polifenóis encontrados em diversas plantas, como a uva, também estando presentes no vinho tinto. Esses polifenóis possuem diversos efeitos como: neuroproteção, anti-inflamatório, anti-oxidante, proteção cardíaca, entre outros. Nosso objetivo foi avaliar a influência da Tmz, do Rsv e da Quer na formação de esferas em cultura de células U87. Células foram cultivadas em condição padrão com 5% de SFB. Ensaio de formação de esferas foi realizado semeando 750 e 1000 células em uma placa de 96 poços, com diferentes tratamentos (Rsv 10 μM, Tmz 5 μM e Rsv 10 μM + Tmz 5 μM) ou então 750, 1125, 1700 e 2500 células foram semeadas e tratadas com Rsv 10 μM + Quer 25 μM. Citometria foi realizada utilizando anti-CD133. RNA de células tratadas com Rsv + Tmz e Rsv + Quer foi extraído e cDNA foi sintetizado, após foi realizado RT-PCR para o marcador de células indiferenciadas Oct4. O ensaio de β-galactosidase foi realizado após 7 dias de tratamento com Rsv + Quer. Resultados mostraram que a média do número de esferas formadas foi menor com Tmz (10) e Rsv + Tmz (12) comparado com o controle (18), para 1000 células plaqueadas e, somente com Rsv o número de esferas foi semelhante ao controle (26). Mas, o número de células CD133+ foi menor nos tratamentos (10,9 com Rsv; 5,8 com Tmz e 7,7% com Rvs + Tmz) do que no controle (12,1%). Para o tratamento com Rsv + Quer o número de esferas foi de 20, 32, 39 e 36 para 750, 1125, 1700 e 2500 células respectivamente, enquanto que para o controle os valores encontrados foram de 18, 32, 43 e 48. Além disso, através de RT-PCR foi possível ver que além de reduzir o número de células CD133, a combinação de Rsv e Tmz reduziu a expressão de Oct4, assim como Rsv + Quer. Também vimos um aumento da senescência nas células tratadas com Rsv + Quer quando comparadas com o controle. O efeito citotóxico da Tmz somente ocorre em concentrações acima de 100 μM e efeitos observados com concentrações tão baixas reforçam a importância do efeito específico sobre as células tronco do câncer. A procura de combinações de drogas que causem um efeito sinergístico nestas células pode representar uma boa estratégia terapêutica no combate às células tumorais.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/18640
Arquivos Descrição Formato
000729491.pdf (2.566Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.