Repositório Digital

A- A A+

Reconhecimento de parentesco biológico em estágios imaturos de Heliconius erato phyllis (Lepidoptera; Nymphalidae)

.

Reconhecimento de parentesco biológico em estágios imaturos de Heliconius erato phyllis (Lepidoptera; Nymphalidae)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Reconhecimento de parentesco biológico em estágios imaturos de Heliconius erato phyllis (Lepidoptera; Nymphalidae)
Autor Nardin, Janaína de
Orientador Araujo, Aldo Mellender de
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Ênfase Ambiental: Bacharelado.
Assunto Canibalismo
Heliconius erato phyllis
Resumo O reconhecimento de parentes é importante para a evolução 26 de comportamentos como o altruísmo e a cooperação. A borboleta Heliconius erato phyllis apresenta um comportamento que pode ser chamado de quase-social na fase adulta. Os ovos são depositados individualmente, e as lagartas recém eclodidas são canibais, devorando os ovos nas proximidades. Realizou-se uma série de testes sobre o canibalismo lagarta ovo, para verificar se há alguma forma de reconhecimento entre parentes e não-parentes biológicos. Sobre um triângulo equilátero, de papel cartolina verde, com 0,5 cm de lado, colocou-se um ovo em cada vértice. A variável analisada, após a emergência de uma lagarta de primeiro ínstar, foi o canibalismo desta em relação aos ovos restantes. Três etapas de testes foram implementadas: 1) dos três ovos, dois eram de irmãos e um terceiro, não-parente, 2) os três ovos eram provenientes de três fêmeas independentes, não-parentes e 3) os três ovos eram provenientes da mesma fêmea e, portanto, irmãos. A frequência de canibalismo na etapa 1 foi de 66% para ovos não-parentes e 34% para ovos irmãos, na etapa 2 foi de 83% e na etapa 3 de 53%. As diferenças foram estatisticamente significativas. Os resultados encontrados mostram fortes evidências de reconhecimento de parentes nas formas jovens dessa borboleta. Esse reconhecimento pode ter sido importante na evolução do comportamento social da mesma e, eventualmente, na atuação de seleção de parentesco. Estimativas de endocruzamento em populações naturais dessa borboleta, através de marcadores moleculares, confirmam o alto grau de parentesco entre os indivíduos de uma população.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/18645
Arquivos Descrição Formato
000729718.pdf (242.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.