Repositório Digital

A- A A+

Influência da lipoproteína de baixa densidade e papel dos receptores de adenosina na modulação de ativação de monócitos/macrófagos por ácido lipotecóico

.

Influência da lipoproteína de baixa densidade e papel dos receptores de adenosina na modulação de ativação de monócitos/macrófagos por ácido lipotecóico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Influência da lipoproteína de baixa densidade e papel dos receptores de adenosina na modulação de ativação de monócitos/macrófagos por ácido lipotecóico
Autor Severino, Priscilla Coscia
Orientador Bernard, Elena Aida
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Ênfase Molecular, Celular e Funcional: Bacharelado.
Assunto Adenosina
Aterosclerose
Lipoproteinas
Resumo O ácido lipoteicóico (LTA) é o componente majoritário da parede celular de bactérias gram-positivas, e a ligação destas moléculas a receptores existentes nas células do sistema imune inato inicia as respostas imunológicas às infecções bacterianas, como produção de óxido nítrico (NO), espécies reativas de oxigênio (ROS) e citocinas. Aterosclerose é um processo inflamatório crônico, e sabe-se que a captação excessiva de LDL modificada, por macrófagos, causa a transformação destas células em células "espumosas", as quais participam na formação das placas ateroscleróticas. Em diversos estudos, é relatado a importância da adenosina como um potente agente imunomodulatório e é descrito que a ativação de A2aR promove um mecanismo de defesa contra a aterosclerose, inibindo a formação de células espumosas. Nosso laboratório demonstrou que em macrófagos RAW 264.7 pré-tratados com LDL a resposta ao LTA é reduzida, com diminuição da secreção de NO, TNF-a e MMP-9. Além disso, quando pré-tratados com um agonista não seletivo de receptores de adenosina, NECA, a produção de NO e ROS e MMP-9 é diminuída. Este trabalho teve como objetivo fazer um estudo comparativo da resposta ao LTA da linhagem de macrófagos RAW 264.7 com a da linhagem monocítica WEHI-3, investigando o efeito de LDL e NECA sobre a ação do LTA na produção de NO e ROS. Nossos resultados mostraram que as células WEHI-3 são menos sensíveis ao LTA que as RAW 264.7 considerando o estimulo na produção de NO, ademais não causa nenhum efeito na produção de ROS. Diferentemente do que ocorre nas células RAW 264.7, LDL potencializou o efeito de LTA na produção de NO nas células WEHI-3, sem modificar a produção de ROS. O agonista NECA não causou nenhum efeito na produção de NO, ROS, nem sobre o estímulo causado por LDL na ação do LTA. Isso sugere que LTA, LDL e adenosina podem utilizar outras vias de sinalização na linhagem WEHI-3.
Abstract Lipoteichoic acid (LTA) is the major component of gram-positive bacteria cell wall, and the binding of these molecules to receptors on the innate immune system cells initiates immune responses to bacterial infections, such as nitric oxide (NO), reactive oxygen species (ROS) and cytokines production. Atherosclerosis is a chronic inflammatory process, and it is known that uptake of modified LDL by macrophages, causes foam cells formation, which participate in the atherosclerotic plaques formation. In several studies is reported the importance of adenosine as a potent immunomodulatory agent and is described that activation of A2aR promotes a defense mechanism against atherosclerosis by inhibiting the foam cells formation. Our laboratory found that in macrophages RAW 264.7 pretreated with LDL, the inflammatory response is reduced, with lower levels of NO, TNF- and MMP-9 production. Moreover, when the cells were pre-treated with a nonselective agonist of adenosine receptors, NECA, the NO, ROS and MMP-9 production is decreased. This study aimed to do a comparative study of the immune response of the macrophage cell line RAW 264.7 with a monocytic cell line WEHI-3, investigating the effect of LDL and NECA on the action of LTA in NO and ROS production. Our results showed that WEHI-3 cells are less sensitive to LTA than RAW 264.7 on the stimulation of NO production, and there is no effect on ROS production. Contrary to what occurs in RAW 264.7, LDL enhanced the effect of LTA in NO production in WEHI-3 without alter ROS production. NECA also caused no effect on NO and ROS production, neither on the stimulus caused by LDL in the action of LTA. This suggests that LTA, LDL and adenosine can follow another signaling pathway in WEHI-3 cell line.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/18655
Arquivos Descrição Formato
000730537.pdf (199.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.