Repositório Digital

A- A A+

Análise da adesão ao protocolo de atenção à gestante HIV+ em ambulatório de alto risco da rede conveniada de Curitiba

.

Análise da adesão ao protocolo de atenção à gestante HIV+ em ambulatório de alto risco da rede conveniada de Curitiba

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise da adesão ao protocolo de atenção à gestante HIV+ em ambulatório de alto risco da rede conveniada de Curitiba
Autor Oliveira, Cleide Aparecida de
Orientador Bordin, Ronaldo
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia.
Assunto Atenção à saúde
Epidemiologia
Gravidez
HIV
Protocolos clínicos
Síndrome de imunodeficiência adquirida
[en] Aids
[en] Clinical guidelines
[en] Epidemiology
[en] Health assistance
[en] Health management
Resumo Este estudo analisou uma amostra de 40 gestantes HIV + , referenciadas e acompanhadas na rede de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) de Curitiba, 2005. Objetivou analisar, por intermédio dos registros em prontuários, a adesão dos profissionais ao protocolo de atenção a gestantes Programa Mãe Curitibana. Observouse que (a) os registros de dados administrativos (nome completo, data de nascimento, endereço e datas das vindas das gestantes ao ambulatório) foram preenchidos em todos os prontuários; (b) dados como da inibição da lactação e orientação para a não amamentação dos recémnatos, filhos de gestantes HIV + , não foram registrados nos prontuários em 22,5% e 27,5% respectivamente; (c) a definição do tipo de parto, levando em conta o resultado da carga viral, foi encontrada em 55% dos prontuários; (d) o percentual de parto por cesárea foi de 82,5%, sendo 2/3 programados. Concluise que há adesão parcial ao protocolo Assistencial do Programa Mãe Curitibana. Recomendase um processo de avaliação sistemática desses serviços, em conjunto com os profissionais da entidade, para que as falhas identificadas nos registros sejam corrigidas.
Abstract This study analyzed a 40 HIV + pregnants sample, that were referred and had been attended by the Brazilian's Public Health System in Curitiba, 2005. The objective was to evaluate the health professionals' adhesion to the "Programa Mãe Curitibana" protocol, by analyzing the medical record data. It was observed that: (a) the administrative data registers (full name, birth date, the prenatal consultations dates) had been registered in all medical records; (b) information about the lactation inhibition and the advice of not to breastfeed the newborn were not registered in 22,5% and 27,5% of medical records, respectively; (c) the delivery type, considering the viral load, were registered in 55% of the medical records; (d) cesarean sections represented 82,5% and 2/3 of these were programmed. The study conclusion is that there is compliance to the assistance protocol of the "Mãe Curitibana" program and it is recommended a systematic evaluation process, in cooperation with the health professionals, to improve data registration.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18767
Arquivos Descrição Formato
000731397.pdf (629.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.