Repositório Digital

A- A A+

Receptor de peptídeo liberador de gastrina e consolidação da memória hipocampal : possível interação funcional com o sistema gabaérgico

.

Receptor de peptídeo liberador de gastrina e consolidação da memória hipocampal : possível interação funcional com o sistema gabaérgico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Receptor de peptídeo liberador de gastrina e consolidação da memória hipocampal : possível interação funcional com o sistema gabaérgico
Autor Dantas, Andréa dos Santos
Orientador Roesler, Rafael
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Biotecnologia do Estado do Rio Grande do Sul. Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular.
Assunto Memória
Peptídeo liberador de gastrina
Resumo O receptor de peptídeo liberador de gastrina (GRPR ou Receptor BB2) é um membro da subfamília de receptores de peptídeos semelhantes à bombesina (BB) e é capaz de mediar as ações do peptídeo BB e do peptídeo liberador de gastrina (GRP), cujos efeitos neurais incluem mudanças no comportamento e o aumento do aprendizado e da retenção de memória, entre outros papéis fisiológicos. Os GRPRs distribuem-se no cérebro em dendritos e corpos celulares de neurônios em regiões que incluem o hipocampo dorsal. GRPR tem emergido como um sistema de importante papel na regulação da formação da memória e a observação dos efeitos de agonistas desse receptor sobre o desempenho de roedores em tarefa de memória, mostra que a administração sistêmica de BB/GRP pode aumentar a formação de memória. Já o bloqueio do receptor por alguns antagonistas avaliando diferentes tipos de memória em ratos tratados com infusões intracerebrais ou sistêmicas, indica um papel seletivo e importante dos receptores de BB/GRP hipocampais (e de outras áreas) na memória emocional. A maioria das evidências farmacológicas indica que a ativação de GRPR por agonistas aumenta, enquanto antagonistas bloqueiam a memória e plasticidade sináptica, no entanto, há dados de um efeito facilitatório de um antagonista de GRPR sobre potenciação de longa duração (LTP), e de camundongos deficientes em GRPR que apresentaram memória hipocampal normal, sugerindo que GRPR é um sistema que contribui na modulação da memória exercendo papel inibitório. Além disso, apresenta interação funcional com outros sistemas de neurotransmissores e receptores (receptores GABA, dopamina e glicocorticóides). Este trabalho avaliou os efeitos de diferentes doses de um antagonista de GRPR [D-Tpi6, Leu13 psi (CH2NH)-Leu14] bombesin (6-14) (RC-3095) sobre a consolidação da memória, onde se observou que a infusão pós-treino de uma alta dose na área CA1 hipocampal induziu um aumento na retenção da memória aversiva, que foi bloqueado pela infusão prétreino de uma dose inefetiva de um agonista de receptor GABAA, muscimol. Esses dados suportam a visão de que o efeito facilitatório da memória através do bloqueio de GRPR poderia envolver uma interação funcional entre esses receptores e neurônios GABAérgicos.
Abstract The gastrin-releasing peptide-preferring receptor (GRPR, BB2 receptor) is a member of the bombesin (BB)-like peptide receptor subfamily activated by the peptide BB and gastrin-releasing peptide (GRP). The neural effects include changes in animal behavior and improvement of learning and memory, and several other physiological activities. The GRPR is detected within the brain in dendrites and cell bodies of neurons in regions including the dorsal hippocampus. The GRPR has also emerged as a system importantly involved in regulating memory formation and the observation of the agonist effects in rodents in memory tasks showed that systemic administration of BB/GRP can improve memory retention. In contrast, intracerebral or systemic infusions of the GRPR agonists, in different types of memory, showed a selective and important role of the GRPR hippocampal (and other areas) on emotionally-motivated memory. Pharmacological evidence indicates GRPR activation by agonists induce memory enhancement where as GRPR antagonists cause memory and synaptic plasticity impairment. However, studies about long-term potentiation (LTP) showing memory-enhancing effect by GRPR antagonist and genetic experiments showing that GRPR-deficient mice have normal hippocampal memory suggest GRPR as a system with inhibitory role on memory modulation. Moreover, it presents functional interaction with other neurotransmitter and receptor systems (GABAreceptors, dopamine, glucocorticoids). The present study examined the effects of infusions of different doses of the GRPR antagonist [D-Tpi6, Leu13 psi (CH2NH)-Leu14] bombesin (6-14) (RC-3095) on memory consolidation. The posttraining intrahippocampal infusion of a high dose induced memory enhancement, but it was blocked by pretraining infusion with a low dose of the GABAA receptor agonist, muscimol. The data support the view that the memory-enhancement effect of GRPR blockade may involve a functional interaction between the GRPR and GABAergic neurons.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18797
Arquivos Descrição Formato
000732016.pdf (2.227Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.