Repositório Digital

A- A A+

Viabilidade técnica e socioeconômica dos sistemas agroflorestais utilizados por agricultores familiares em Roraima

.

Viabilidade técnica e socioeconômica dos sistemas agroflorestais utilizados por agricultores familiares em Roraima

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Viabilidade técnica e socioeconômica dos sistemas agroflorestais utilizados por agricultores familiares em Roraima
Autor Santos, Alcides Galvão dos
Orientador Florissi, Stefano
Co-orientador Arco-Verde, Marcelo Francia
Data 2009
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Agricultura familiar
Economia florestal
Roraima
Sistemas agroflorestais
Sistemas de produção
[en] Agroforestry sistems
[en] Public policies
[en] Slash and burn
[en] Smallholders
[en] Sustainable development
Resumo Este trabalho apresenta um estudo comparativo entre os dois modelos de cultivo mais usados hoje no Estado de Roraima que são o derruba e queima e Sistemas Agroflorestais, onde se analisou as técnicas utilizadas e o desenvolvimento socioeconômico proveniente dos mesmos, utilizando-se da metodologia de pesquisa participativa, DRR (diagnóstico rápido rural), DRP (diagnóstico rápido participativo) e Sondagem, estruturadas sob a forma de questionários semi-estruturados, em formulários próprios e pela obtenção de fotografias nas áreas dos agricultores familiares da vicinal 7 do projeto de colonização do Apiaú, situado no município de Mucajaí, em Roraima. A escolha desta área foi devido a mesma apresentar os dois modelos de trabalho da terra. Verificou-se neste trabalho, entre outros itens: o tempo de ocupação do lote, nível tecnológico, acessibilidade à utilização das novas tecnologias disponíveis e os métodos de escoamento e comercialização dos produtos, além das receitas e despesas provenientes ou não da área produtiva destes agricultores familiares. Neste estudo observaram-se algumas diferenças nos dois grupos, como a de que, os agricultores familiares que trabalham com SAFs se sobressaem ao grupo do derruba e queima no que diz respeito à educação, tempo no lote, bem-estar geral, e principalmente na parte econômica, onde este grupo consegue manter uma receita razoável através da comercialização feita pelos produtos provenientes dos diferentes consórcios por eles utilizados e das criações, o que os diferencia dos que utilizam o derruba e queima que usam o fogo, que acaba prejudicando o meio ambiente, e trabalham basicamente com culturas de subsistência. Após análise realizada vimos que a continuação dos trabalhos com SAFs depende diretamente de subsídios para que eles possam produzir com qualidade e produtividade, e de políticas públicas que consigam manter os agricultores e principalmente os jovens no lote, trazendo desta forma o desenvolvimento sustentável para o Estado de Roraima. Porém, isso ainda não ocorre, o que continua causando um grande êxodo rural na região estudada.
Abstract This work presents a comparative study between two most common cultivating models presently under use in state of Roraima, witch are slash and burn and agroforestry systems (SAF’s), where the technics utilized were analized among with socioeconomical development derived from them, by utilization of participative research methodology, DRR (rapid rural diagnostic), DRP (rapid participative diagnostic) and sounding, organized as semi-structurated questionnaire, under proper forms and trough pictures obtained from smalholders farms at vicinal 7 from Apiau colonization project situated in the municipality of Mucajaí, in Roraima. The definition of this área was due the presence of both land use models. Parameters assessed in this study were period of land tenure, technological level, accessibility for utilization of available knew technologies, methods for taking products away and commercialize them, besides incomes and costs derived or not from productive areas of these smalholders. In this study, differences were observed between these two groups, that is smalholders that develop agroforestry systems outstand slash and burn group concerning to education, period of land tenure, well-being mainly concerning to economical aspects, were this group maintain a reasonable income trough commercialization of products derived from diferent crop associations utilized by them and from livestock, making them different from those who make use of slash and burn who use fire, wich ends being harmfull to environment, and cultivate basically subsistence crops. Considering analisis of this study, one may stipulate that work continuity with SAF’s depend directly on subsidies in order to them produce with quality and productivity, and on public policies that are efficient in maintaining smalholders and specialy young ones within the farms, resulting in this way in sustainable development for State of Roraima, although this still does not happen, causing a great abandonment in the region under suty.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/18810
Arquivos Descrição Formato
000729173.pdf (1.903Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.