Repositório Digital

A- A A+

Mapas da aptidão física relacionada à saúde de crianças e jovens brasileiros de 7 a 17 anos

.

Mapas da aptidão física relacionada à saúde de crianças e jovens brasileiros de 7 a 17 anos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mapas da aptidão física relacionada à saúde de crianças e jovens brasileiros de 7 a 17 anos
Autor Barbosa, Thiago dos Santos
Orientador Gaya, Adroaldo Cezar Araujo
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Licenciatura.
Assunto Aptidão física
Saúde
[en] Health
[en] Physical Fitness
[en] Risk area
[en] Scholars
Resumo A aptidão física relacionada à saúde (ApFS) está sendo bastante estudada, devido ao interesse conseqüente do aumento da ocorrência das doenças de natureza hipocinética. A prática de atividades físicas regular configura-se como um importante meio na promoção de níveis satisfatórios de ApFS. O objetivo deste estudo é apresentar os mapas brasileiros da aptidão física relacionada à saúde em crianças e jovens na faixa etária entre 7 a 17 anos, estratificados por sexo e região geopolítica. A amostra é composta por 114.595 escolares (62.279 do sexo masculino e 52.316 do sexo feminino) das cinco regiões do Brasil. A abordagem do estudo é do tipo descritiva e os resultados são apresentados em forma de mapas, localizando-os por região geopolítica com os respectivos valores percentuais da ocorrência de escolares na zona de risco à saúde. O prognóstico sobre a probabilidade de risco à saúde é determinado por pontos de corte propostos pelo Projeto Esporte Brasil (PROESP-BR) a partir da relação entre desempenho motor e níveis elevados de colesterol, triglicerídeo e tensão arterial para as medidas de IMC e resistência geral; queixa de dor lombar e desvios posturais para as medidas de flexibilidade e força abdominal. Os resultados sugerem a maior ocorrência de escolares na zona de risco à saúde na medida de flexibilidade na região sudeste (35,2% rapazes e 18,8% moças). Na medida de força/resistência abdominal a maior ocorrência é na região norte (40,9% rapazes e 34,1% moças). A maior ocorrência de escolares na zona de risco à saúde na medida do IMC está na região sul (18,6% rapazes e 20,3% moças). Para a função cardiorrespiratória, a maior ocorrência de escolares na zona de risco à saúde está na região centro-oeste (46,9% rapazes e 52,9% moças). Considerando todas as regiões, os componentes da ApFS que mais preocupam são a função cardiorrespiratória e a força/resistência abdominal, pois apresentam o maior percentual de escolares com indicador de risco à saúde. A função cardiorrespiratória apresenta valores superiores a 38% de escolares com indicador de risco em cada região. A zona de risco para a força/resistência abdominal apresenta percentual acima de 23% para as moças e acima de 33% para os rapazes em todas as regiões. Os perfis apresentados neste estudo sugerem a necessidade de intervenções efetivas no âmbito da educação física que objetivem promover a aptidão física das crianças e jovens brasileiros.
Abstract The Health Related Physical Fitness (HRPF) is being very studied, due to the consequent interest on the increased occurrence of hypokinetic diseases. The practice of regular physical activities is set as an important means of promoting satisfactory levels of HRPF. The objective of this study is to present the Brazilian maps of the physical fitness related to health on children and young aged 7 to 17 years old, stratified by sex and geopolitical region. The sample is compound by 114.595 scholars (62.279 males and 52.316 females) from the five regions of Brazil. The approach of the study is the descriptive type and the results are presented on form of maps, located by geopolitical region with the respective occurrence percentages of scholars on the health risk area. The prognosis about the health risk probability is determined by cutoff points proposed by the Projeto Esporte Brasil (PROESP-BR) from the relationship between motor performance and high levels of cholesterol, triglycerides and blood pressure for BMI and general resistance measures; complaining of back pain and postural deviations for flexibility and abdominal strength measures. The results suggest the biggest occurrence of scholars on the health risk area on the flexibility measure in southeast region (35,2% boys and 18,8% girls). On the strength/resistance abdominal measure the biggest occurrence is in north region (40,9% boys and 34,1% girls). The biggest occurrence of scholars on health risk area on the BMI measure is in south region (18,6% boys and 20,3% girls). On cardiorespiratory function, the biggest occurrence of scholars on health risk area is in central-west region (46,9% boys and 52,9% girls). Considering all de regions, the HRPF components which cause main concern are the cardiorespiratory function and abdominal strength/resistance, because they present the biggest percent of scholars with health risk indicators. The cardiorespiratory function presents values higher than 38% of scholars with risk indications in each region. The risk area to abdominal strength/resistance presents percentage higher than 23% for the girls and higher than 33% for the boys in all regions. The profiles presented on this study suggest the need of effective interventions on the physical education area that aim to promote the physical fitness of Brazilian children and young.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/18836
Arquivos Descrição Formato
000732966.pdf (395.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.