Repositório Digital

A- A A+

Caminhada em velocidades oscilantes : implicações no modelo do pêndulo invertido

.

Caminhada em velocidades oscilantes : implicações no modelo do pêndulo invertido

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caminhada em velocidades oscilantes : implicações no modelo do pêndulo invertido
Autor Balbinot, Gustavo
Orientador Peyré-Tartaruga, Leonardo Alexandre
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Licenciatura.
Assunto Biomecânica
Caminhada
Resumo A locomoção é uma característica do processo de evolução do ser humano. Compreender as determinantes mecânicas e o sistemas minimizadores de energia (SME) da locomoção é fundamental em diversos campos do conhecimento, entre eles as Ciências do Movimento Humano, e tem sido extensivamente estudadas em diferentes situações: velocidade (CAVAGNA et al., 1963, 1964), gravidade (KRAM et al., 1997 CAVAGNA et al., 2005). O mecanismo minimizador de energia na caminhada foi primeiramente fundamentado através do modelo conceitual conhecido por “rolling egg” (MARGARIA, 1938) onde o comportamento do aparato locomotor é comparado a um ovo rolando. Em um segundo momento, é introduzido o sistema do pêndulo invertido (PI) para a caminhada, i.e., no qual o centro de massa (CM) durante um passo perde velocidade (energia cinética) ao ganhar altura (energia potencial) e vice-versa (CAVAGNA et al., 1976). Porém, o comportamento do PI durante uma aceleração positiva e/ou negativa e as suas repercussões na energética e mecânica da caminhada humana ainda não é bem compreendido. A partir dos resultados encontrados no presente estudo foi possível analisar o comportamento de algumas variáveis do PI em velocidades não constantes. As trocas de energia do CM foram prejudicadas pelas velocidades oscilantes com aceleração negativa (VAB), onde: um padrão anormal da curva de energia cinética do CM (Ek), aumento no trabalho mecânico horizontal (Wf) e externo (Wext) e uma diminuição na taxa de reconversão pendular (R) foram encontrados. Esses achados constituem o primeiro passo para compreender a caminhada humana livre, isto é, não restrita às velocidades constantes.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/18865
Arquivos Descrição Formato
000732158.pdf (2.504Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.