Repositório Digital

A- A A+

A influência da pedagogia oriental das artes marciais na expressão de raiva de seus praticantes

.

A influência da pedagogia oriental das artes marciais na expressão de raiva de seus praticantes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A influência da pedagogia oriental das artes marciais na expressão de raiva de seus praticantes
Autor Fabre, André Braga
Orientador Dantas, Monica Fagundes
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Licenciatura.
Assunto Artes marciais
[en] Anger
[en] Boxe
[en] Martial arts
[en] Psychology of sports
[en] STAXI
[en] Taekwondo
Resumo A presente pesquisa buscou verificar e comparar o grau de agressividade, representado pela expressão de raiva, em praticantes de taekwondo e de boxe. Ainda pretendeu verificar se a filosofia e disciplina orientais, presentes nas aulas de taekwondo, têm influência na expressão de raiva de seus alunos comparados aos de boxe. Foram analisados, através de um inventário psicológico, 60 alunos, entre 18 e 48 anos e média de idade de 28,73 anos do sexo masculino e com, no mínimo, um ano de prática no seu esporte. Dos alunos participantes da pesquisa, 30 eram praticantes de taekwondo e 30 praticantes de boxe. Todos de academias situadas no município de Porto Alegre. O instrumento utilizado foi o State-Trait Anger Expression Inventory (STAXI), de Charles D. Spielberger, adaptado para a população brasileira. Os dados foram analisados pelo SPSS, versão 17.0, através de estatística descritiva e Análise de Variância. Todos os testes consideraram um nível de significância estatística de p < 0,05. Os resultados revelaram que não houve diferenças significativas entre os grupos estudados. Além disso, o Coeficiente de Correlação de Pearson não identificou nenhuma correlação estatística significativa entre a idade dos praticantes e as variáveis do STAXI. Conclui-se que a pedagogia baseada nas filosofias orientais das artes marciais não influenciou, neste estudo, na expressão de raiva dos seus praticantes. Porém a simples observação das médias dos escores nas escalas do STAXI indicou uma tendência dos praticantes de taekwondo a apresentarem menor grau em expressão e maior grau em controle de raiva. Investigações futuras com amostras maiores poderiam testar novamente a presente hipótese.
Abstract This study aimed at verifying and comparing the degree of aggressiveness represented by anger expression in taekwondo and boxe fighters. Also, the influence of Oriental philosophy and discipline, practiced in the taekwondo lessons, was assessed concerning the expression of anger by taekwondo athletes as compared to the expression of anger in boxe athletes. Sixty men (30 who practice taekwondo and 30 who practice box) between 18 and 48 years of age (mean = 28.73 years) and who had been practicing the respective sports for at least one year formed the study population. All subjects were analyzed according to a psychological inventory. The tool used was the State-Trait Anger Expression Inventory (STAXI), developed by Charles D. Spielberger and adapted to the Brazilian population. The data obtained were analyzed using the SPSS, version 17.0, through descriptive statistics and Analysis of Variance. Statistical significance in all tests was considered when p < 0.05. The results revealed no statistical significance between the groups studied. The Pearson correlation test did not identify any significant statistical correlation between age of athletes and STAXI variables. It was concluded that the pedagogy based on oriental philosophy present in martial arts does not influence the expression of anger of athletes. Yet, the mean scores obtained in the test revealed evidence that these martial arts of Oriental origin lower the expression of anger and promote greater control of the feeling.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/18871
Arquivos Descrição Formato
000732907.pdf (98.17Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.