Repositório Digital

A- A A+

Melhora precoce na psicopatologia geral através da estimulação magnética transcraniana repetida em pacientes com esquizofrenia refratária : um ensaio clínico piloto duplo-cego randomizado controlado com placebo

.

Melhora precoce na psicopatologia geral através da estimulação magnética transcraniana repetida em pacientes com esquizofrenia refratária : um ensaio clínico piloto duplo-cego randomizado controlado com placebo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Melhora precoce na psicopatologia geral através da estimulação magnética transcraniana repetida em pacientes com esquizofrenia refratária : um ensaio clínico piloto duplo-cego randomizado controlado com placebo
Autor Jesus, Danilo Rocha de
Orientador Belmonte-de-Abreu, Paulo Silva
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas: Psiquiatria.
Assunto Alucinações
Esquizofrenia
Estimulação magnética transcraniana
Qualidade de vida
[en] Auditory hallucinations
[en] General psychopathology
[en] Quality of life
[en] Schizophrenia
[en] Transcranial magnetic stimulation
Resumo Introdução: Esquizofrenia é um distúrbio psicótico complexo e heterogêneo. Alucinações auditivas verbais ocorrem em 50% a 70% dos pacientes portadores de esquizofrenia, e estão associadas a prejuízo significativo, pior qualidade de vida e funcionamento social. Estudos prévios mostraram que a estimulação magnética transcraniana repetida (EMTr) parece ser capaz de modular a severidade das alucinações auditivas em pacientes com esquizofrenia. Este estudo investigou os efeitos da rTMS de 1Hz aplicada ao córtex temporoparietal esquerdo, comparada a estimulação sham, na psicopatologia geral, severidade das alucinações auditivas, qualidade de vida e funcionalidade. Métodos: Dezessete pacientes apresentando alucinações auditivas verbais pelo menos cinco vezes ao dia forma randomicamente distribuídos para receber EMTr ativa ou sham. Um total de 384 minutos de EMTr a 90% do limiar motor foram administrados ao longo de 20 dias usando um desenho paralelo, duplo-cego e controlado por placebo. Resultados: Houve um efeito positivo nos escores da BPRS no grupo ativo comparado ao grupo sham. Não houve diferenças significativas entre os grupos no final do tratamento nos escores da QLS, AHRS, CGI e FAST. Conclusões: Comparada a estimulação sham, a EMTr do cortex temporoparietal esquerdo mostrou um efeito positivo na psicopatologia geral. Novos estudos com tamanhos de amostra maiores são necessários para investigar efeitos na qualidade de vida e funcionalidade, uma vez que o poder deste estudo foi menor que 50%. Além disso, seu efeito em alucinações auditivas refratárias não é claro, uma vez que os escores de alucinações auditivas globais e individuais não foram diferentes.
Abstract Background: Schizophrenia is a complex and heterogeneous psychiatric disorder. Auditory verbal hallucinations occur in 50% to 70% of patients with schizophrenia, and are associated to significant distress, decreased quality of life and social functioning. Data from previous studies have shown that 1-hertz left temporo-parietal repetitive transcranial magnetic stimulation (rTMS) appears to be able to modulate the severity of auditory hallucinations in patients with schizophrenia. This study aimed to investigate the effects of 1 Hz rTMS of the left temporo-parietal cortex on general psychopathology, severity of auditory hallucinations, quality of life and functionality, compared to sham stimulation. Methods: Seventeen patients experiencing auditory verbal hallucinations at least 5 times per day were randomly allocated to receive either rTMS or sham stimulation. A total of 384 minutes of rTMS was administered over 20 days at 90% motor threshold using a double-masked, sham-controlled, parallel design. Results: There was a positive effect on BPRS scores on the active group compared to sham group. There was no significant difference between groups at the end of the treatment on QLS, AHRS, CGI and FAST scores. Conclusions: Compared to sham stimulation, rTMS of the left temporo-parietal cortex showed a positive effect on general psychopathology. Further studies with larger sample sizes are needed to investigate effects on quality of life and functionality, since the power of the study was lower than 50%. Also, its effect on refractory auditory hallucinations is not clear, since global and individual scores of auditory hallucinations were not different.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/19024
Arquivos Descrição Formato
000734024.pdf (2.900Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.