Repositório Digital

A- A A+

Análises bioquímicas como adjuvante de aprimoramento atlético

.

Análises bioquímicas como adjuvante de aprimoramento atlético

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análises bioquímicas como adjuvante de aprimoramento atlético
Autor Siqueira, Luciano de Oliveira
Orientador Moreira, Jose Claudio Fonseca
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas: Bioquímica.
Assunto Aptidão física
Desempenho atlético
Exercício físico
Medicina esportiva
Traumatismos em atletas
[en] Athletic performance
[en] Physical fitness
[en] Sport injuries
[en] Sports medicine
Resumo O exercício físico regular tem auxiliado no controle de doenças crônicas e na melhoria da qualidade de vida da população em geral. Por outro lado, a prática esportiva de elite pode mostrar-se nociva para nosso organismo uma vez que ainda é desconhecido o real limite entre os efeitos benéficos e deletérios do exercício sobre o organismo de atletas profissionais. O aumento no consumo de O2 induz aumento na produção de ERO, que dependendo do estado redox dos atletas, pode induzir a diferentes níveis de estresse oxidativo. O objetivo do presente estudo foi estabelecer um perfil bioquímico em diferentes condições de esforço em atletas profissionais em treinamento. Foram analisadas amostras de sangue e urina de atletas durante sessões de treinamento de diferentes intensidades. A análise dos resultados aponta que sessões de esforço de moderada intensidade e de longa duração apresentaram alterações bioquímicas de marcadores enzimáticos mais intensos quando comparadas com o de esforço intermitente. Mostraram também que as alterações bioquímicas apresentadas podem estar sujeitas a variáveis como temperatura, umidade, grau de hidratação e nutrição. Os resultados apontam que o controle laboratorial de marcadores de lesão e de catabolismo pode contribuir para diagnosticar quadros de comprometimento metabólico e conseqüentemente no rendimento atlético.
Abstract The regular exercise has helped in controlling chronic diseases and improves quality of life. Moreover, the practice of elite sport may be harmful to athletes as if unaware of the actual boundary between the deleterious and beneficial effects of exercise on professional athletes. The increase in the consumption of O2 leads to increased production of ROS, which depending on the redox status of athletes, may lead to different levels of oxidative stress. The aim of this study was to establish a biochemical profile in different conditions of effort in professional athletes in training. samples of blood and urine of athletes during training sessions of different intensities were analyzed. Results suggest that session of moderate intensity exercise effort and long-term made more intense biochemical changes when compared to intermittent effort, showing that biochemical changes may be subject to variables such as temperature, humidity, degree of hydration and nutrition. The results show that the control laboratory markers of injury and catabolism may contribute to diagnose metabolic impairment frames and therefore in athletic performance.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/19098
Arquivos Descrição Formato
000735428.pdf (464.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.