Repositório Digital

A- A A+

O efeito da suplementação com Manihot esculenta crantz sobre o desempenho animal e carga parasitária em ovinos em crescimento

.

O efeito da suplementação com Manihot esculenta crantz sobre o desempenho animal e carga parasitária em ovinos em crescimento

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O efeito da suplementação com Manihot esculenta crantz sobre o desempenho animal e carga parasitária em ovinos em crescimento
Outro título Feed supplementation effect of Manihot esculenta crantz on animal performance and parasite load in growing sheep
Autor Cano, Mario Andres Sierra
Orientador Ospina Patino, Harold
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Nutricao animal
Ovino
Produção animal
Resumo O experimento foi realizado com o objetivo de estudar a atividade anti-helmíntica da planta integral de Manihot esculenta Crantz (Mandioca) e o efeito da sua utilização como suplemento na resposta animal medida em termos do desempenho, resposta imune e alguns parâmetros metabólicos. Os tratamentos aplicados consistiram em três práticas de manejo alimentar que incluíram oferta de dois tipos de dietas e o uso ou não de anti-helmíntico comercial. As dietas foram fornecidas a três grupos compostos por seis animais cada um, assim T1, feno + suplemento convencional com a utilização de anti-helmíntico comercial; T2, feno + suplemento alternativo (formulado a partir de folha, raiz de mandioca e minerais); e T3, feno + suplemento convencional sem a aplicação de anti-helmíntico comercial. O período experimental teve uma duração de 90 dias com uma amostra de 18 ovinos machos inteiros da raça Texel, seis animais por tratamento, com peso médio de 32 ± 1,96 kg, distribuídos aleatoriamente em 18 baias individuais com livre acesso á água. O ganho médio diário (GMD) foi analisado num delineamento completamente casualizado e os dados de consumo de feno, suplemento, ovos de helmintos por grama de fezes (OPG) e parâmetros sanguíneos foram analisados como medidas repetidas no tempo na mesma unidade experimental. O consumo de feno foi de 49.15, 44.97 e 55,28 g/UTM (P<.0001). O consumo de suplemento foi influenciado pelo período sendo que foi detectada interação significativa (P<.0001) com médias de consumo de 20.71, 46.34 e 55.67 g/UTM; o ganho médio diário (GMD) foi de 0.088, 0.053, 0.100 kg/dia (P=0,0669) para os tratamentos T1,T2 e T3 respectivamente. As avaliações parasitológicas evidenciaram um OPG significativamente diferente quando comparados os tratamentos T2 e T3 em relação ao T1 com medicação anti-helmíntica. A interação tratamento-período também influenciou a resposta a nível hematológico e bioquímico (P= 0,005) dos animais avaliados. Ambas as dietas avaliadas tiveram efeitos semelhantes sobre o OPG. Já em termos dos parâmetros sangüíneos a suplementação possibilitou que animais mesmo infectados não desenvolvessem a parasitose. O gênero mais susceptível à ação da mandioca foi a larva do gênero Ostertágia. Nas condições do presente experimento verificou-se que a atividade anti-helmíntica da suplementação com Manihot esculenta Crantz não se diferenciou dos efeitos da suplementação convencional sem medicação anti-helmíntica.
Abstract The experiment was conducted to study the antihelminth activity of Manihot esculenta Crantz (cassava) plant and the effect of its use as feed supplement on animal response measured in terms of performance, immune response and some metabolic parameters. The treatments consisted of three different feeding management approaches which consisted in two types of diets and the use or not of anthelmintic medication. The feeds were given to three groups of six sheep, as T1, hay + conventional supplement with anthelmintic medication; T2, hay + alternative supplement (formulated from leaves and roots of cassava and minerals); and T3, hay + conventional supplement without anthelmintic medication. The experimental period had duration of 90 days with a sample of 18 Texel male sheep, six per treatment, and average body weight of 32 ± 1.96 kg, randomized in 18 individual boxes with free access to water. The average daily gain (ADG) was analyzed thought completely randomizes design, while the results of hay and supplement intake, eggs per gram of feces (EPG) and blood parameters were analyzed with repeated measures in the same experimental unit. Intake of hay was 49.15, 44.97 and 55,28 g/UTM (P<.0001). The supplement intake was influenced through the time, since significant interaction was detected (P<.0001) with an intake means of 20.71, 46.34 and 55.67 g/UTM. The ADG was 0.088, 0.053, 0.100 kg/day (P=0,0669) for the treatments T1,T2 and T3, respectively. The parasitological evaluations showed a significant change on EPG when comparing T2 and T3 treatments with T1 treatment, with anthelmintic medication. The interaction between treatment and period also influenced the response at the hematologic and biochemistry level (P=0,005) in the studied animals. Both the diets had similar effects in relation of EPG. In terms of blood parameters the supplementation don´t let the animals infected to develop parasitism. Incidence of the larva Ostertágia circumcincta was lower in animals that consumed Manihot esculenta Crantz. At conditions of the present experiment, the anthelmintic activity of supplementation with Manihot esculenta, wasn´t different of the traditional supplementation effects without anthelmintic medication.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/19201
Arquivos Descrição Formato
000736136.pdf (659.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.