Repositório Digital

A- A A+

Ensino de auxiliares de enfermagem : racionalidades que orientam as ações docentes em uma escola de qualificação profissional

.

Ensino de auxiliares de enfermagem : racionalidades que orientam as ações docentes em uma escola de qualificação profissional

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Ensino de auxiliares de enfermagem : racionalidades que orientam as ações docentes em uma escola de qualificação profissional
Autor Cogo, Ana Luisa Petersen
Orientador Medeiros, Marilú Fontoura de
Data 1994
Nível Mestrado
Instituição Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Auxiliares de enfermagem : Formação
Educação em enfermagem
Resumo O desvelamento das racionalidades imersas nas ações docentes de uma escola de qualificação profissional de auxiliares de enfermagem, compõem a área temática deste estudo. No intuito de atingirmos esta dimensão de análise, abordamos as seguintes questões de pesquisa: - Qual o entendimento das docentes sobre o seu trabalho enquanto enfermeiras e professoras?; - Qual o entendimento das docentes sobre o trabalho e a qualificação profissional de auxiliares de enfermagem?; - Quais as ações que orientam a prática docente na qualificação profissional, como indicativos da(s) racionalidade(s)?; - Que dimensões estariam presentes na ação docente que possibilitariam uma ação comunicativa?. A teoria de Jürgen Habermas é utilizado como aporte para as idéias trabalhadas neste estudo. A Teoria da Ação Comunicativa, em sua proposta básica, centra-se nas dimensões de desvelamento ideológico de interesses, uso do conhecimento e da racionalidade na busca da emancipação e da autonomia. Esta teoria diferencia três tipos de racionalidades ou ações: instrumental, estratégica e comunicativa. Na coleta de dados é empregada entrevista semi-estruturada, cujas perguntas contemplam as questões acima delineadas, aplicadas à oito professores de uma escola escolhida intencionalmente. A análise de dados utiliza o método de análise de discurso conforme a Pragmática Formal apresentada por Habermas (1987), a qual se preocupa com as dimensões internas e externas dos atos de fala, nem sempre vinculados a questões gramaticais, valendo mais o significado e a consideração de falibilidade da verdade expressa (Habermas, 1987). A dimensão do trabalho das Professoras como categoria teórica, envolve a atividade docente e de enfermeira. No significado que possuem de trabalho, o mesmo é concebido como um agir-racional-com-respeito-a-afins, uma vez que é entendido como uma relação meio-fim. A divisão social e técnica do trabalho, bem como a fragmentação entre a concepção intelectual e manual, são apresentadas em situações distintas ao se referirem ao seu trabalho e ao das auxiliares de enfermagem. Nos seus atos de fala expressam o descontentamento em seguirem normas pré-estabelecidas, com a rotinização dos cuidados e a burocratização dos serviços. No entanto, reproduzem este sistema hierarquizado na relação com as auxiliares de enfermagem, articulando o seu poder como forma de manterem o controle sobre o produto do trabalho. No relacionamento com profissionais de 3º grau surge a hegemonia médica, assumindo as Professoras um posicionamento de submissão, justificado por não considerarem o cuidado de enfermagem como detentor de saber próprio, além do que o trabalho médico teria um conhecimento reconhecido; outras Professoras, em menor expressão, reconhecem a existência de hegemonia, posicionam-se frente a esses profissionais em uma relação de iguais, questionando-os. A qualificação profissional das auxiliares de enfermagem é trazida nos atos de fala em uma racionalidade instrumental, visando a formação técnico-científica. As ações docentes não trazem as bases de uma racionalidade comunicativa. No entanto, é realizado pela pesquisadora, a proposta de desenvolvimento desta realidade na qualificação profissional de auxiliares de enfermagem.
Abstract The unveiling of immersed rationalities in the teaching actions of a nursing auxiliaries teaching school of professional qualification make up this study subject theme. Aiming to reach the dimension of this analysis we approach the following research questions: - Which is the teacher's understanding on their labour while nurses and teachers?; - Which the teacher's understanding on the labour and professional qualification of nursing auxiliaries?; - Which are the actions guiding teaching practice in professional qualification, as indicatives of these rationalities?; - Which dimensions would be present in teaching action making possible a communicative action? Jürgen Habermas theory is used as support to the ideas worked on this study. The Theory of Communicative Action, in its basic proposal, is centered in the ideological unveiling dimensions of interests, use of knowledge and rationality in the search of emancipation and autonomy. This theory differences three types of rationalities or actions: instrumental, strategical and communicative. In data collecting is used semi-structured interview, which questions appreciate the situations above presented, applied to eight teachers of an intentionally chosen school. Data analysis uses the speech analysis method according to Formal Pragmatics presented by Habermas (1987), which worries about internal and external dimensions of speech acts, not always vinculated to grammatical quastions, being more worthy the fallibility significance and consideration of expressed truth (HABERMAS, 1987). The Teachers labour dimension with theoretical category, involves teaching and nursing activity. In the significance they posses from labour, the same is conceived as an acting-rational-with respect-to-finalities, once it is understood as a relation means-finality. Labour social and technical division as well as fragmentation between intellectual and manual conception are presented in different situations when referring to their labour and that from nursing auxiliaries. In their speech acts, express their dissatisfaction to follow pre-established norms with cares entering into routine and services into bureaucracy. However they reproduce this hierarchal system in relation to nursing auxiliaries, articulating their power as a way to maintain the control on the labour product. In their relationship as 3rd level professionals, comes up medical hegemony, taking over the teachers a submission position, justifying nursing cares as not being the holder of self-knowledge, moreover, medical work would have a recognized knowledge; other Teachers in minor number, recongnize the existence of hegemony,but position face to these professionals in an equal relationship, questioning them. The professional qualification of nursing auxiliaries is brought in speech acts in an instrumental rationality, viewing the technical scientifical formation. However is made up by the researcher, the proposal of involvement of this rationality in the professional qualification of nursing auxiliaries.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/1974
Arquivos Descrição Formato
000224216.pdf (17.87Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.