Repositório Digital

A- A A+

Avaliação do uso da vacinação para prevenção da doença do edema em suínos

.

Avaliação do uso da vacinação para prevenção da doença do edema em suínos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação do uso da vacinação para prevenção da doença do edema em suínos
Outro título Evaluation of vaccination for prevention of edema disease in pigs
Autor Borowski, Sandra Maria
Barcellos, David Emilio Santos Neves de
Hagemann, Andre
Chiminazzo, Claudio
Razia, Luís Eduardo
Coutinho, Tânia Alen
Resumo A colibacilose enterotoxêmica (doença do edema) ocorre com muita freqüência nas criações de suínos do Estado do Rio Grande do Sul. Vários procedimentos têm sido adotados para o seu controle, como correções de manejo e ambiente, além de melhorias na formulação de rações, uso de antimicrobianos, de probióticos e reforços na área de higiene e de desinfecção ambiental, os quais nem sempre têm mostrado resultados satisfatórios. Também têm sido utilizadas vacinas inativadas contendo cepas patogênicas ou subunidades de Escherichia coli como uma alternativa, visando a prevenir e controlar a infecção. O presente trabalho avaliou o uso de uma bacterina autógena na prevenção da doença do edema em uma granja de suínos que apresentava elevada mortalidade após o desmame, com diagnóstico de infecção por Escherichia coli enterotoxêmica. A vacina foi preparada com uma amostra de Escherichia coli isolada em cultura pura de materiais coletados no surto. O programa de vacinação consistiu no uso de duas vacinações nas matrizes (aos 80 e 100 dias de gestação) e duas doses para os leitões (entre 15/17 e 35/38 dias de idade). Observou-se uma diminuição significativa da taxa de mortalidade nas fases de pré-creche e creche, mas não houve melhoria no ganho de peso diário.
Abstract Enterotoxemic colibacillosis (edema disease) occurs very frequently in pig farms in the State of Rio Grande do Sul, Brazil. Several alternatives of control have been used, such as management and environmental changes and improvement in feed formulation. Other control measures include use of feed additives, such as antibiotics or probiotics, and improvement in disinfection and general hygienic measures, but they frequently present inconsistent results. Alternatively, inactivated vaccines containing pathogenic strains of Escherichia coli or sub-unit vaccines have been used for control and prevention of the infection. The present work evaluated the use of an autogenous bacterin in the prevention of edema disease, in a pig farm with high postweaning mortality associated with enterotoxemic E. coli infection. The vaccine was prepared with an E. coli strain isolated in pure culture from material collected in the outbreak. The vaccination program consisted of two sow injections (80 and 100 days of gestation), and two injections in the piglets (between 15/17 and 35/38 days of age). It was observed a significant decrease in mortality rate in nursery and growing age piglets, but there was no improvement in daily weight gain.
Contido em Acta scientiae veterinariae. Porto Alegre, RS. Vol. 30, n. 3 (2002), p. 167-172
Assunto Doencas infecciosas dos animais : Suinos
Escherichia coli : Suinos
Vacinas : Suinos
[en] Edema disease
[en] Escherichia coli
[en] Pigs
[en] Vaccination
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/19755
Arquivos Descrição Formato
000399125.pdf (330.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.