Repositório Digital

A- A A+

Laryngotracheitis : reproducibility of the disease and comparison of diagnostic methods

.

Laryngotracheitis : reproducibility of the disease and comparison of diagnostic methods

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Laryngotracheitis : reproducibility of the disease and comparison of diagnostic methods
Outro título Laringotraqueíte: reprodutibilidade da doença e comparação de métodos de diagnóstico
Autor Beltrão, Nilzane
Furian, Thales Quedi
Souza, Guilherme Fonseca de
Macagnan, Marisa
Canal, Cláudio Wageck
Fallavena, Luiz Cesar Bello
Resumo O vírus da laringotraqueíte (VLT) causa de leve a severa doença respiratório em galinhas, o propósito do nosso estudo foi usar um isolado brasileiro de VLT para reproduzir a doença em frangos através da infecção experimental e comparar três métodos de diagnóstico (nested PCR, isolamento viral e histopatologia) para detectar o VLT. Quarenta e oito frangos inoculados intratraquealmente com VLT e outros 48 com PBS, apresentaram sinais respiratórios leves 48 horas após a infecção (PI), mas nenhum sinal após o dia 10 PI. A cada dois dias, seis aves foram selecionados arbitrariamente do controle e do grupo infectado, sacrificados e as traquéias coletadas. Ambos nested PCR e isolamento viral detectaram o vírus do dia 2 até o dia 12 PI. No entanto, no dia 12 PI, a PCR detectou o DNA viral em 100% das amostras enquanto o isolamento viral detectou em somente 33% das amostras. Histopatologia da traquéia revelou corpúsculos de inclusão intranuclear nos dias 8 e 10 PI. Os resultados indicam que o VLT isolado de campo estudado é de baixa patogenicidade e que o protocolo de Nested PCR foi capaz de detectar amostras positivas por um período mais longo da infecção do que muitos testes de diagnósticos descritos.
Abstract Infectious laryngotracheitis virus (ILTV) cause mild to severe respiratory disease in chickens, the purpose of our study being to use Brazilian isolate of ILTV to reproduce ILTV disease in chickens by experimental infection and to compare three diagnostic methods (nested polymerase chain reaction (PCR), virus isolation, histopathology) for detection of ILTV. Forty-eight chickens intratracheally inoculated with ILTV and a further 48 with PBS, showing mild respiratory signs 48 hours post infection (PI) but no signs of infection after day 10 PI. Every 2 days PI, six birds were arbitrarily selected from the control and infected groups, sacrificed and the trachea collected. Both the nested PCR and virus isolation detected the virus from day 2 until day 12 PI. However, at day 12 PI, PCR detected ILTV DNA in 100% of the samples while the virus isolation method detected ILTV in only 33% of the samples. Tracheal histopathology showed intranuclear inclusion bodies on days 8 and 10 PI. The results indicate that the field-isolate of ILTV studied by us is of low pathogenicity and that our nested PCR protocol was able to detect positive samples over a longer infection period than many ILTV diagnostic test already described.
Contido em Brazilian Journal of Microbiology. São Paulo. Vol. 34, supl.1 (nov. 2003), p. 72-73
Assunto Laringotraqueites : Aves
[en] Avian pathology
[en] Diagnosis
[en] Infectious laryngotracheitis virus
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/19815
Arquivos Descrição Formato
000429080.pdf (190.0Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.