Repositório Digital

A- A A+

O desafio de diagnosticar tromboembolia pulmonar aguda em pacientes com doenças pulmonar obstrutiva crônica

.

O desafio de diagnosticar tromboembolia pulmonar aguda em pacientes com doenças pulmonar obstrutiva crônica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O desafio de diagnosticar tromboembolia pulmonar aguda em pacientes com doenças pulmonar obstrutiva crônica
Outro título The challenge of diagnosing acute pulmonary thromboembolism in patients with chronic obstructive pulmonary disease
Autor Menna Barreto, Sérgio Saldanha
Resumo Tromboembolia pulmonar aguda e exacerbação aguda de doença pulmonar obstrutiva crônica são doenças comuns. A doença pulmonar obstrutiva crônica é um fator clínico de risco para tromboembolia pulmonar aguda. As apresentações clínicas da tromboembolia pulmonar aguda e da exacerbação aguda da doença pulmonar obstrutiva crônica freqüentemente mimetizamse tanto que pode ser difícil distingui-las. Anormalidades estruturais nos pulmões com doença pulmonar obstrutiva crônica tornam também difícil a interpretação de testes não invasivos de diagnóstico, como o mapeamento de ventilação e perfusão pulmonares. Assim, diagnosticar tromboembolia pulmonar aguda em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica é uma tarefa desafiadora. Com o objetivo de atualizar o assunto e oferecer sugestões de conduta, nós avaliamos artigos abordando este tema, incluindo relatos e séries de casos, abordagens diagnósticas de tromboembolia pulmonar aguda e fizemos algumas reflexões. A probabilidade clínica de tromboembolia pulmonar aguda em cenários de doença pulmonar obstrutiva crônica é usualmente intermediária, o mapeamento de ventilação e perfusão pulmonares é predominantemente de probabilidade intermediária e os algoritmos de conduta os deveriam assim considerar.
Abstract Pulmonary thromboembolism and exacerbation of chronic obstructive pulmonary disease are common conditions. Chronic obstructive pulmonary disease is a clinical risk factor for pulmonary thromboembolism. The presentation of acute pulmonary thromboembolism and acute exacerbation of chronic obstructive pulmonary disease often mimic each other so closely that they cannot be distinguished clinically. The structural abnormalities of the lungs in chronic obstructive pulmonary disease make also difficult to interpret the results of noninvasive tests like ventilation-perfusion lung scans. Therefore, diagnosing acute pulmonary thromboembolism in patients with underlying chronic obstructive pulmonary disease is a challenging task. In order to update knowledge of the subject and offer suggestions regarding conduct, we evaluated various studies addressing this theme, including case reports and case series. In addition, we reviewed diagnostic approaches to acute pulmonary thromboembolism, and we reflect upon that topic. The clinical probability of pulmonary thromboembolism concomitant to chronic obstructive pulmonary disease is typically intermediate, as is positivity on the ventilation-perfusion lung scan. Diagnostic algorithms should take that into consideration.
Contido em Jornal brasileiro de pneumologia. Vo. 31, n. 6 (2005), p. 528-539
Assunto Doença pulmonar obstrutiva crônica
Embolia pulmonar
Relação ventilação-perfusão
[en] Pulmonary disease chronic obstructive/complications
[en] Pulmonary embolism/diagnosis
[en] Pulmonary embolism/ epidemiology
[en] Ventilation-perfusion ratio
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/20142
Arquivos Descrição Formato
000515579.pdf (86.07Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.