Repositório Digital

A- A A+

Diferenças entre fatores de risco para infecção pelo HIV em usuários de drogas injetáveis no Rio de Janeiro e Porto Alegre

.

Diferenças entre fatores de risco para infecção pelo HIV em usuários de drogas injetáveis no Rio de Janeiro e Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Diferenças entre fatores de risco para infecção pelo HIV em usuários de drogas injetáveis no Rio de Janeiro e Porto Alegre
Outro título Risks differences of HIV infection between injection drug users in Rio de Janeiro and Porto Alegre
Autor De Boni, Raquel Brandini
Pechansky, Flavio
Diemen, Lisia von
Kessler, Felix Henrique Paim
Surratt, Hilary L.
Inciardi, James A.
Resumo Introdução: No Brasil, aproximadamente 19 mil pessoas adquiriram o vírus HIV por meio do uso de drogas injetáveis desde o início da epidemia, com a soroprevalência em amostras destes usuários variando entre 25% e 65%. O objetivo deste estudo é comparar os comportamentos de risco para infecção por HIV entre amostras de usuários de cocaína injetável do Rio de Janeiro e de Porto Alegre. Método: Comparação entre dados de estudos transversais conduzidos em Porto Alegre e no Rio de Janeiro. Um grupo de 250 indivíduos que haviam utilizado cocaína injetável nos seis meses prévios à coleta respondeu ao RBA (Risk Behaviour Assessement) e realizou testagem anti- HIV em ambos os centros. Resultados: Não houve diferença estatisticamente significativa entre os dados demográficos, exceto entre as médias de idade (31 anos no Rio de Janeiro e 28 anos em Porto Alegre). Em Porto Alegre, houve maior uso de cocaína injetável e maior número de comportamentos de risco relacionados a este uso. No Rio de Janeiro, houve mais comportamentos sexuais de risco e uso mais freqüente de cocaína aspirada e álcool. Discussão: Os usuários de cocaína injetável das duas regiões estudadas apresentavam freqüências diferentes nos comportamentos de risco para HIV, e estes comportamentos parecem estar relacionados com o tipo, a via e a freqüência das drogas utilizadas. Os dados foram coletados entre 1994 e 1997, quando o uso de crack era menor nestas cidades, o que pode ter alterado o padrão atual de comportamentos de risco para HIV em usuários de cocaína.
Abstract Introduction: In Brazil, about 19.000 of HIV cases have been attributed to injection drug use, with the seroprevalence among such samples ranging from 25% to 65%. The aim of this study is to compare drug using and HIV risk behaviors among injection cocaine users in Rio de Janeiro and Porto Alegre. Methods: Comparative analysis of cross-sectional data from two studies conducted in Porto Alegre and Rio de Janeiro. 250 respondents who reported using cocaine by injection in the six months prior to interview were interviewed using NIDA´s RBA (Risk Behavior Assessment) and participated in voluntary HIV testing. Results: There were no statistically significant differences between the two samples in terms of demographic characteristics, with the exception of mean age (31 years in Rio de Janeiro and 28 years in Porto Alegre). The Porto Alegre sample reported more frequent cocaine injection and more injecting risk behaviors. The Rio de Janeiro sample displayed more sexual risk behaviors and more frequent use of both alcohol and snorted cocaine. Discussion: Cocaine injectors in the two regions studied displayed different levels of HIV risk behaviors, and these behaviors appear to be related to the type, method and frequency of drug use. These data were collected between 1994 and 1997 when the use of crack was less common in these cities, which may have changed the current level of risk behaviors for HIV among cocaine users.
Contido em Revista de psiquiatria clínica. São Paulo. Vol. 32, n. 1 (2005), p. 5-9
Assunto Cocaína
Drogas ilícitas
HIV
Síndrome de imunodeficiência adquirida
[en] Cocaine
[en] Injection drugs
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/20143
Arquivos Descrição Formato
000517186.pdf (521.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.