Repositório Digital

A- A A+

Aderência in vitro do Staphylococcus epidermidis e da Pseudomonas alcaligenes em lentes intra-oculares

.

Aderência in vitro do Staphylococcus epidermidis e da Pseudomonas alcaligenes em lentes intra-oculares

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Aderência in vitro do Staphylococcus epidermidis e da Pseudomonas alcaligenes em lentes intra-oculares
Autor Gus, Patricia Ioschpe
Melamed Cattan, Jacobo
Quinto, Guilherme Goulart
Matos, Guilherme Herrmann
Bayer, Márcia Cristina
Barth, Afonso Luis
Sudhaus, Berno Dieter
Resumo Objetivo: Quantificar e comparar a aderência in vitro das bactérias Staphylococcus epidermidis e Pseudomonas alcaligenes em diferentes tipos de lentes intra-oculares (LIOs). Métodos: Quatorze lentes intraoculares foram usadas no experimento. Quatro de polimetilmetacrilato (PMMA), quatro de silicone, quatro de hidrogel e duas de acrílico. Oito lentes intra-oculares foram colocadas em oito tubos de ensaio contendo 4 ml de suspensão de Pseudomonas alcaligenes, e seis lentes intraoculares foram colocadas em seis tubos de ensaio contendo 4 ml de suspensão de Staphylococcus epidermidis. A concentração do caldo utilizada para o teste de aderência foi de 108 unidades formadoras de colônias por mililitro (CFU/mL) que corresponde a 0,5 na escala de McFarland. As lentes foram incubadas a 37° por duas horas. Após, foram removidas dos caldos e enxaguadas em água destilada estéril por duas vezes. As lentes foram cultivadas em placas de ágar-sangue a 35-37° e evaliadas a cada 24h por um período de 72h. Nas amostras que tiveram crescimento bacteriano, foram contadas as colônias utilizando os métodos convencionais de laboratório. Todos os ensaios foram executados em duplicata. Resultados: A aderência do Staphylococcus epidermidis nas lentes de PMMA foi menor se comparada com as de silicone e de hidrogel. A aderência da Pseudomonas alcaligenes nas lentes de hidrogel foi menor se comparada com as de silicone, PMMA e acrílico. Conclusão: Os resultados sugerem que a aderência do Staphylococcus epidermidis e da Pseudomonas alcaligenes nas lentes intra-oculares é influenciada pelo tipo de material da lente e pela espécie do microorganismo. A aderência bacteriana pode ter papel importante na patogenicidade da endoftalmite pós-cirurgia de catarata.
Abstract Purpose: To quantify and compare the in vitro adherence of Staphylococcus epidermidis and Pseudomonas alcaligenes to different intraocular lenses (IOLs). Methods: Fourteen intraocular lenses were used in the experiment. Four of polymethylmethacrylate (PMMA), four of silicone, four of hidrogel and two of acrylic. Eight intraocular lenses were placed in eight test tubes containing 4 ml of Pseudomonas alcaligenes suspension, and six intraocular lenses were placed in six test tubes containing 4 ml of Staphylococcus epidermidis suspension. The bacterial suspension used for adherence tests was 108 colony-forming units per milliliter (CFU/mL) which corresponds to 0.5 in the scale of McFarland. The lenses were incubated at 37° for two hours. After this, intraocular lenses were removed from the test tubes and dried twice with the use of distilled and sterile water. The material was spread on blood-agar for cultivation at 35-37°C and was evaluated every 24 hours up to 72 hours. In the samples where there was bacterial growth, the colonies were counted using the conventional laboratory methods. All assays were performed in duplicate. Results: Adherence of Staphylococcus epidermidis to PMMA intraocular lenses was lower than to hydrogel and silicone intraocular lenses. Adherence of Pseudomonas alcaligenes to hydrogel intraocular lenses was lower than to PMMA, acrylic and silicone intraocular lenses. Conclusions: Results suggest that in vitro adherence of Staphylococcus epidermidis and Pseudomonas alcaligenes to intraocular lenses is influenced by type of material of the lens and by microorganism species. Bacterial adherence may play a role in the pathogenesis of some forms of endophthalmitis after cataract surgery. More in vitro and clinical studies are necessary to elucidate the mechanisms by which Staphylococcus epidermidis and Pseudomonas alcaligenes cause endophthalmitis.
Contido em Arquivos brasileiros de oftalmologia. São Paulo. Vol. 69, n. 3 (maio/jun. 2006), p. 327-331
Assunto Pseudomonas alcalígenes
Staphylococcus epidermidis
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/20269
Arquivos Descrição Formato
000568941.pdf (511.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.