Repositório Digital

A- A A+

Variabilidade interobservador no diagnóstico histológico dos pólipos colorretais

.

Variabilidade interobservador no diagnóstico histológico dos pólipos colorretais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Variabilidade interobservador no diagnóstico histológico dos pólipos colorretais
Outro título Interobserver variability in the hHistological diagnosis of colorectal polyps
Autor Cerato, Marlise Mello
Cerato, Nilo Luiz
Meurer, Luíse
Edelweiss, Maria Isabel Albano
Pütten, Antonio Carlos Kruel
Golbspan, Liane
Resumo O manejo clínico dos pacientes com pólipos colorretais é principalmente baseado na histologia das lesões removidas. Em conseqüência, o diagnóstico histológico tem um papel muito importante na decisão terapêutica e a uniformidade de interpretação dos diferentes laudos de patologia é essencial. Apesar destas relevantes implicações, poucos estudos existem avaliando a variabilidade interobservador na elucidação dessa doença e a concordância não é considerada satisfatória. Objetivo: avaliar a variabilidade interobservador no diagnóstico histológico dos pólipos colorretais. Metodologia: foram avaliados 230 pólipos colorretais no Serviço de Patologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). Quatro patologistas examinaram todas as lâminas de forma independente e “cega”, ou seja, sem conhecimento do diagnóstico elaborado pelo seu colega. As lesões colorretais foram classificadas em relação ao diagnóstico: pólipo e carcinoma invasivo e quanto ao tipo de pólipo: adenomatoso versus hiperplásico. Nos adenomas foram avaliados o tipo histológico (tubular, túbulo-viloso e viloso) e o grau de displasia (baixo e alto grau). Resultados: o Kappa médio, em relação ao tipo de lesão, foi de 0,794, considerado moderado. Quanto ao tipo de pólipo, o Kappa médio foi 0,852, ou seja, uma ótima concordância. Em relação aos adenomas, no que se refere ao tipo histológico, obteve-se um Kappa médio, fraco de 0,291, e na avaliação do grau de displasia o Kappa médio foi regular com valor de 0,420. Conclusão: o índice de concordância, entre os quatro observadores foi considerado de moderado a ótimo no tipo de lesão e de pólipo, porém a variabilidade foi grande na avaliação dos adenomas, tanto no que concerne ao tipo histológico quanto ao grau de displasia com um Kappa de fraco a regular.
Abstract The clinical management of patients with colorectal polyps is mainly based on the histology of the removed lesions. Therefore, the histological diagnosis has a very important role in deciding the treatment and the uniform interpretation of the different pathology reports is essential. In spite of these relevant implications, there are only very few studies assessing the interobserver variability in such diagnosis and the concordance of reports among different examiners is not considered satisfactory. Objective: to assess interobserver variability in the pathology reports in the diagnosis of colorectal polyps. Method: at the Department of Pathology of HCPA [Hospital de Clínicas de Porto Alegre] 230 slides of colorectal polyps were examined by four independent pathologists “blindly”, that is, the diagnosis given by their colleagues was not known. Colorectal lesions were classified according to the diagnosis as polyp or invasive cancer and to the polyp type (adenomatous or hyperplasic). The histological type of the adenomas (tubular, tubulovillous and villous) and the grade of dysplasia (high or low) were also assessed. Results: mean Kappa of the type of lesion was 0.794, which is considered moderate. The mean Kappa of 0.852 for the type of polyp is considered excellent concordance. Regarding the histology of adenomas, the mean Kappa was 0.291, considered weak. The assessment of the degree of dysplasia showed a regular Kappa of 0.420. Conclusion: the concordance rate among the four pathologists was considered to be moderate to excellent for the type of lesion and of polyp but there was great variability in the assessment of adenomas both for the histological type and for dysplasia, showing a weak to regular Kappa.
Contido em Revista brasileira de coloproctologia. Rio de Janeiro. Vol. 27, n. 1 (jan./mar. 2007), p. 7-15
Assunto Adenoma
Colo
Neoplasias retais
Pólipos
[en] Adenomas
[en] Colon
[en] Dysplasia
[en] Kappa
[en] Polyps
[en] Variability
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/20384
Arquivos Descrição Formato
000599714.pdf (58.22Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.