Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento rural e biopoder : reflexões a partir do campo tecnocientífico

.

Desenvolvimento rural e biopoder : reflexões a partir do campo tecnocientífico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento rural e biopoder : reflexões a partir do campo tecnocientífico
Outro título Rural development and biopower: reflexions based on the technoscientific field
Autor Premebida, Adriano
Almeida, Jalcione Pereira de
Resumo Este artigo analisa discursos acerca do desenvolvimento rural e sua aproximação com um particular entendimento de exercício de poder, com base em entrevistas realizadas com agentes do denominado campo tecnocientífico vinculado às ciências agrárias no sul do Brasil. O espaço de encontro entre uma configuração teórica associada a uma analítica do poder e a regularidade dos discursos sobre desenvolvimento rural leva à suposição de que este espaço comum de produção de sentido e sustentação discursiva está intimamente ligado a uma ampla estratégia econômica e política (própria ao capitalismo) de gestão de populações (lógica da inclusão), de aplicação de dispositivos e tecnologias variadas de acordo – e no limite – com a perspectiva do biopoder Para inferir esta relação, tenta-se utilizar o referencial teórico da análise de discurso mediante seu método mais simples: o exame da constância de repetição de termos-chave pelos agentes em suas exposições sobre o debate atual do desenvolvimento rural. Este referencial ajuda a entender a concepção de um indivíduo coerente e consciente de seu discurso, bem como a perceber a persistência ou modificação de certas crenças e mitos na formação de ideais societários para o rural no Brasil.
Abstract This article analyzes rural development discourses and their approach toward a particular understanding of the exercise of power, based on interviews with agents of the herein called technoscientific field associated with agricultural sciences in southern Brazil. The interface between a theoretical configuration associated with an analytical view of power and the regularity found in rural development discourses leads to the assumption that this common space of sense production and discourse support is closely linked to a wide economic and political strategy (inherent to capitalism) of population management (logic of inclusion). It is also linked to the application of various provisions and technologies in accordance with – and within the limits of – the biopower perspective. In order to infer this relationship, we tried to use the theoretical framework of discourse analysis by means of its simplest method: an examination of the frequency with which key terms are repeated by agents in their expositions on the current rural development debate. This framework helps us to understand an individual’s conception, assuming that the individual is coherent and aware of his/her discourse, as well as to perceive the persistence or modification of certain beliefs and myths in the formation of sociological ideals for rural Brazil.
Contido em Sociedade e estado. Brasília, DF. Vol. 21, n. 2 (maio/ago. 2006), p. 459-486
Assunto Desenvolvimento rural
Poder
Sociologia rural
[en] Biopower
[en] Rural development
[en] Technoscientific field
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/20410
Arquivos Descrição Formato
000603326.pdf (286.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.