Repositório Digital

A- A A+

Práticas educativas de pais e mães de crianças aos 18 meses de idade

.

Práticas educativas de pais e mães de crianças aos 18 meses de idade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Práticas educativas de pais e mães de crianças aos 18 meses de idade
Outro título Mothers’ and fathers’ educative practices with their18-month-old Children
Autor Piccinini, Cesar Augusto
Frizzo, Giana Bitencourt
Alvarenga, Patricia
Lopes, Rita de Cassia Sobreira
Tudge, Jonathan Richard Henry
Resumo O presente estudo investigou eventuais diferenças nas práticas educativas de mães e pais de crianças de 18 meses de idade. Participaram 34 famílias de diferentes níveis socioeconômicos que tinham um único filho(a). As mães e os pais responderam separadamente a uma entrevista sobre práticas educativas envolvendo seis situações do dia-a-dia da criança. Análise de conteúdo revelou uma predominância de práticas indutivas relatadas tanto pelas mães como pelos pais, seguidas de práticas coercitivas e de não-interferência. Contudo, não houve diferença significativa entre as práticas mencionadas pelas mães e pais, nem entre os diferentes níveis socioeconômicos, em nenhuma das categorias examinadas. Os resultados são discutidos considerando-se as repercussões do surgimento da assertividade e da fase inicial do desenvolvimento da linguagem em que se encontravam as crianças sobre as práticas educativas parentais.
Abstract The present study investigated eventual differences in educative practices of mothers and fathers of 18-month-old children. Thirty-four families of different socioeconomic levels who had only one child took part in the study. The mothers and fathers answered separately an interview on educative practices involving six daily situations of the child. The content analysis revealed a predominance of inductive practices reported both by mothers and fathers, followed by coercitive and non-interference practices. However, no significant differences were found between the practices mentioned by mothers and fathers, or between the different socioeconomic levels in none of the examined categories. The results are discussed taking into consideration the repercussions of the appearance of assertiveness and of the initial phase of language development of the children on parental educative practices.
Contido em Psicologia : teoria e pesquisa. Brasília, DF. Vol. 23, n.4 (out./dez. 2007), p.369-377.
Assunto Atitudes dos pais
Bebê
Nível sócio-econômico
Práticas de criação infantil
Relação pais-filhos
Socialização
[en] Child
[en] Educative practices
[en] Family
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/20543
Arquivos Descrição Formato
000631793.pdf (409.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.