Repositório Digital

A- A A+

Diferenciação floral, alternância de produção e uso de ácido giberélico em tangerineira 'Montenegrina' (Citrus deliciosa Tenore)

.

Diferenciação floral, alternância de produção e uso de ácido giberélico em tangerineira 'Montenegrina' (Citrus deliciosa Tenore)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Diferenciação floral, alternância de produção e uso de ácido giberélico em tangerineira 'Montenegrina' (Citrus deliciosa Tenore)
Outro título Flower bud differentiation, alternate bearing and application of gibberellic acid on ‘Montenegrina’ tangerine trees (Citrus deliciosa Tenore)
Autor Ramos-Hurtado, Ana María
Koller, Otto Carlos
Mariath, Jorge Ernesto de Araujo
Sartori, Ivar Antonio
Theisen, Sergiomar
Reis, Bernadete
Resumo A alternância de produção é um problema na cultura da tangerina ‘Montenegrina’ (Citrus deliciosa Ten.). Objetivou-se testar o uso do ácido giberélico e épocas de aplicação na inibição floral e conseqüente diminuição da alternância. O experimento foi executado no período de abril de 2004 a agosto de 2005, no município de Eldorado do Sul, Estado do Rio Grande do Sul, em pomar de 20 anos com plantas enxertadas sobre Poncirus trifoliata Raf. Noventa e seis plantas uniformes, em alternância de produção e com poucos frutos foram selecionadas e arranjadas em delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições e duas plantas úteis por parcela. Os tratamentos foram arranjados em esquema fatorial com quatro concentrações de AG3 (0; 20; 40 e 60 mg/L) e três épocas de aplicação (30 de abril, 20 de maio e 10 de junho), nos anos de 2004 e 2005. Nenhum tratamento inibiu a floração, nem afetou o número e a massa dos frutos colhidos. Observações histológicas de cortes longitudinais de gemas, feitas quinzenalmente, evidenciaram que a diferenciação de gemas de flor, perceptível pela emissão das primeiras sépalas, só ocorre na primeira quinzena do mês de agosto, indicando que a indução da diferenciação floral deve verificar-se em julho, bem depois das aplicações de AG3 feitas nesta pesquisa.
Abstract Alternate bearing is an important problem of ‘Montenegrina’ mandarins (Citrus deliciosa Ten.). The aim of this work was to supress flower bud formation in ‘off’ or light crop years and thereby reduce biennal bearing. The experiment was carried out from april 2004 to august 2005, in Eldorado do Sul – RS, on a twenty-year-old orchard with trees budded onto Poncirus trifoliata Raf. Ninety six trees were rated as having very light fruit load. A randomized blocks experimental design with 3 x 4 factorial scheme with two plants per plot and four replications was used. The trees were sprayed with 0, 20, 40 e 60 mg.L-1 GA3. The foliar applications were made on April 30, May 20 and June 10, at the two years. GA3 did not suppress flowering and the number of fruits per tree and yield were not affected by the treatments. Histological studies on bud longitudinal sections, realized every fifteen days in 2005, between April 30 and August 30, showed that the period of flower bud differentiation, with emission of the first sepals, only occurs on the first half of August. This indicates that the induction of floral diferenciation may occur in july, after the timings of GA3 spraying in this research.
Contido em Revista Brasileira de Fruticultura. Cruz das Almas, Ba. Vol. 28, n. 3 (dez. 2006), p. 355-359
Assunto Fruta cítrica
Tangerina montenegrina
[en] Biennal bearing
[en] Citrus deliciosa
[en] Flower bud differentiation
[en] Gibberellic acid
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/20568
Arquivos Descrição Formato
000636857.pdf (370.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.