Repositório Digital

A- A A+

Obsessive-compulsive inventory and obsessive-compulsive inventory-revised scales : translation into Brazilian portuguese and cross-cultural adaptation

.

Obsessive-compulsive inventory and obsessive-compulsive inventory-revised scales : translation into Brazilian portuguese and cross-cultural adaptation

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Obsessive-compulsive inventory and obsessive-compulsive inventory-revised scales : translation into Brazilian portuguese and cross-cultural adaptation
Outro título Tradução e adaptação trascultural para o português (do Brasil) das escalas : obsessive-compulsive inventory e obsessive-compulsive inventory-revised
Autor Souza, Fernanda Pasquoto de
Foa, Edna B.
Meyer, Elizabeth K.
Niederauer, Kátia Gomes
Raffin, Andrea Litvin
Cordioli, Aristides Volpato
Resumo Objetivo: Este artigo apresenta o processo de tradução e adaptação das escalas Obsessive-Compulsive Inventory e do Obsessive- Compulsive Inventory-Revisado versão em português do Brasil. O Obsessive-Compulsive Inventory foi desenvolvido com o objetivo de mensurar os diversos sintomas que caracterizam o transtorno obsessivo-compulsivo e avaliar a freqüência e a ansiedade causada pelos sintomas no último mês, assim como estimar a gravidade geral do transtorno. Desta forma, torna-se possível fazer comparações de gravidade entre as várias obsessões e compulsões. Método: As escalas foram inicialmente traduzidas para o português por dois psiquiatras bilíngües e retrotraduzidas por outros dois psiquiatras bilíngües de forma independente e em seguida, aplicadas em 15 portadores do transtorno obsessivo-compulsivo com diferente escolaridade e intencionalmente selecionados para efetuar ajustes na linguagem. A versão final das escalas Obsessive-Compulsive Inventory e Obsessive-Compulsive Inventory-Revisado foram aceitas pelo autor após o processo de retrotradução destas. Resultados: As escalas mostraram-se de fácil compreensão e preenchimento pelos pacientes, podendo ser utilizadas em pacientes com transtorno obsessivo-compulsivo de diferentes classes econômicas e sociais. Conclusão: As escalas Obsessive-Compulsive Inventory e Obsessive-Compulsive Inventory-Revisado, em suas versões adaptadas para o português do Brasil, poderão auxiliar os profissionais de saúde no rastreamento de possíveis portadores de transtorno obsessivo-compulsivo e na avaliação da intensidade dos sintomas obsessivos compulsivos em pesquisa, e sua redução com diferentes métodos de tratamento.
Abstract Objective: The present study describes the process of translation into Brazilian Portuguese and the cross-cultural adaptation of the Obsessive-Compulsive Inventory and the Obsessive-Compulsive Inventory-Revised scales. The Obsessive-Compulsive Inventory was developed with the purpose of measuring the intensity of the various symptoms that characterize the obsessive-compulsive disorder, assessing their frequency and the distress they caused during the previous month, as well as estimating the overall severity of the disorder. Thus, different levels of severity among different obsessions and compulsions can be assessed and compared. Method: The scales were initially translated into Brazilian Portuguese by two bilingual psychiatrists and then independently back-translated by other two bilingual psychiatrists. The scales were then applied to 15 obsessive-compulsive disorder patients, deliberately chosen from different educational levels, to make language adjustments. The author accepted the final version of the Obsessive-Compulsive Inventory and the Obsessive- Compulsive Inventory-Revised scales after their back translation. Results: The scales were easily understood and filled in by individuals and may be used with obsessive-compulsive disorder patients of different socioeconomic levels. Conclusion: The Obsessive-Compulsive Inventory and the Obsessive-Compulsive Inventory-Revised scales, in their Brazilian Portuguese version, can help health professionals to screen potential obsessive-compulsive disorder patients, assess the severity of obsessive-compulsive symptoms and reduce these symptoms using different treatments.
Contido em Revista brasileira de psiquiatria. São Paulo. Vol. 30, n.1 (mar. 2008), p. 42-46
Assunto Avaliação
Transtorno obsessivo-compulsivo
[en] Adaptation
[en] Diagnosis
[en] Obsessive-compulsive disorder
[en] Semantic
[en] Translating
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/20576
Arquivos Descrição Formato
000638799.pdf (1.790Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.