Repositório Digital

A- A A+

Viabilidade de borbulhas de citros em função do número de gemas nos ramos porta-borbulhas

.

Viabilidade de borbulhas de citros em função do número de gemas nos ramos porta-borbulhas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Viabilidade de borbulhas de citros em função do número de gemas nos ramos porta-borbulhas
Autor Maciel, Hardi Schmatz
Souza, Paulo Vitor Dutra de
Schafer, Gilmar
Resumo A conservação de borbulhas de citros permite ao viveirista um melhor planejamento no seu viveiro. Porém, os testes usados para comprovar a viabilidade das borbulhas, consistem na enxertia das mesmas em porta-enxertos, que sofrem influência de vários fatores. Este trabalho teve como objetivo testar a brotação de ramos porta-borbulhas de citros in vitro como uma forma alternativa para avaliar a viabilidade de borbulhas, bem como o efeito do número de gemas nos ramos sobre sua brotação. Para isso, utilizaram-se ramos porta-borbulhas de tangerineira ‘Montenegrina’ (Citrus deliciosa Tenore) e da laranjeira ‘Valência’ (Citrus sinensis Osbeck), coletados em maio de 2004, sendo fracionados em três tamanhos, gerando ramos com 2; 4 ou 6 borbulhas. Esses ramos foram colocados em um tubo de ensaio, contendo meio de cultivo de Hoagland & Arnon (1950), e colocados em uma câmara de brotação com controle de luminosidade (16 h) e temperatura (27,5 °C). O delineamento experimental foi completamente casualisado, sendo utilizados 15 tubos de ensaio por tratamento, totalizando 90 tubos. Os principais resultados demonstram que, a brotação de borbulhas in vitro é uma forma alternativa para avaliar a viabilidade de borbulhas de citros; a percentagem de ramos brotados varia com a cultivar e é diretamente proporcional ao número de gemas existentes em cada ramo e que, nos ramos que brotaram, o número de gemas no ramo porta-borbulhas não influenciou na percentagem de gemas brotadas.
Abstract The conservation of citrus bud permits the best planning of nursery. However, the tests to verify bud viability consist of bud grafting in rootstocks which is dependent of several factors. This work aim to test in vitro culture of citrus stem bud sprout. This is an alternative form to evaluate bud viability and the effect of the number of buds in the stem on bud sprout. Stems containing 2, 4, or 6 buds of ‘Montenegrina’ Mandarin (Citrus deliciosa Tenore) and ‘Valencia’ orange (Citrus sinensis Osbeck) were collected in May of 2004. These stems were placed in a tube containig Hoagland & Arnon (1950) medium. The tubes were stored in a growthchamber with controled luminosity (16 h) and temperature (27,5 °C). A randomized experimental design was used, with 15 replicates per treatment, totalizing 90 tubes. The main results showed that the stem bud sprout in vitro is an alternative form to evaluate the viability of citrus buds. The percentage of sprouted branches varied with cultivars and it was directly proportional to the bud number per stem. The number of bud in the stem did not influence the bud sprout percentage.
Contido em Revista brasileira de fruticultura, Jaboticabal, SP. Vol. 30, n. 1 (mar. 2008), p. 271-273
Assunto Cultura in vitro
Enxertia
Enxerto de borbulhia
Fruta cítrica
[en] Grafting
[en] in vitro culture
[en] Propagation
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/20587
Arquivos Descrição Formato
000641355.pdf (80.04Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.