Repositório Digital

A- A A+

Discrimination of Spartocera dentiventris (Berg, 1884) (Hemiptera: Coreidae) eggs by Gryon gallardoi (Brèthes, 1913) (Hymenoptera: Scelionidae)

.

Discrimination of Spartocera dentiventris (Berg, 1884) (Hemiptera: Coreidae) eggs by Gryon gallardoi (Brèthes, 1913) (Hymenoptera: Scelionidae)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Discrimination of Spartocera dentiventris (Berg, 1884) (Hemiptera: Coreidae) eggs by Gryon gallardoi (Brèthes, 1913) (Hymenoptera: Scelionidae)
Outro título Discriminação de ovos de Spartocera dentiventris (Berg, 1884) (Hemiptera: Coreidae) por Gryon gallardoi (Brèthes, 1913) (Hymenoptera: Scelionidae)
Autor Rocha, Luciane da
Sant'Ana, Josue
Redaelli, Luiza Rodrigues
Resumo Este trabalho objetivou avaliar os estímulos que direcionam as fêmeas Gryon gallardoi aos ovos de Spartocera dentiventris e promovem discriminação deles. Através de um olfatômetro de quatro braços conectado a quatro fontes de odor (ovos de S. dentiventris não lavados, ovos lavados com hexano, folhas de fumo e folhas de fumo com ovos) verificou-se, individualmente, o arrestamento dos parasitóides, experientes em oviposição e não experientes, registrando-se o tempo de permanência em cada campo de odor por 15 minutos. Para avaliar a discriminação do hospedeiro, em relação à idade e parasitismo prévio, utilizaram-se arenas, onde as fêmeas foram expostas por 30 minutos, individualmente, a grupos de ovos com diferentes tratamentos. Para a avaliação da idade, utilizaram-se três grupos de ovos, lavados com hexano, nas seguintes condições: ovos de um dia de idade pincelados com extrato de ovos de 12 dias, ovos de 12 dias com extrato de ovos de um dia e controle (ovos lavados de um dia). O mesmo procedimento foi feito utilizando-se ovos de cinco e oito dias de idade, juntamente com o controle. A discriminação de ovos previamente parasitados foi verificada expondo quatro grupos de ovos com os seguintes tratamentos: parasitados, parasitados e lavados com hexano, não parasitados e não parasitados com extrato de ovos parasitados. Testes em olfatômetro demonstraram que as fêmeas inexperientes permaneceram mais tempo junto às folhas de fumo que as experientes. As fêmeas experientes responderam aos odores oriundos dos ovos. Os extratos de ovos não promoveram a discriminação da idade, porém ovos não parasitados, impregnados com extrato de parasitados, foram parcialmente evitados. Os resultados deste trabalho apontam que as fêmeas de G. gallardoi podem modificar suas respostas diante do contato prévio com o seu hospedeiro, sugerindo aprendizagem, porém a aceitação e a discriminação do hospedeiro podem ser influenciadas por uma complexa combinação de estímulos, difícil de ser avaliada isoladamente.
Abstract This paper aimed to evaluate the stimuli that orient Gryon gallardoi females to the eggs of Spartocera dentiventris and allow their discrimination. Using a four-arm olfactometer connected to four odor sources - S. dentiventris eggs; hexane washed eggs; tobacco leaves; and tobacco leaves with eggs - the arrestment of female parasitoids with previous oviposition experience and without was individually verified. The time of permanence in each odor field was registered for a period of 15 minutes. Host discrimination, regarding age and previous parasitism, was tested using arenas, where females were exposed for 30 minutes, individually, to egg groups with different treatments. To evaluate age discrimination, three groups of eggs, previously washed with hexane, were employed in the following conditions: one day-old eggs; one-day brushed with 12-days-old egg extract; 12-days-old eggs with extract of one day-old eggs; and control (washed eggs, one day-old). The same procedure was done using five and eight days-old eggs jointly with control. Age-dependent egg discrimination was verified exposing four egg groups in the following treatments: parasitized, parasitized and washed with hexane, not parasitized, and not parasitized with extract of parasitized eggs. Olfactometer tests showed that inexperienced females remained more time next to tobacco leaves when compared to experienced ones. Experienced females responded to odors that emanated from eggs. Egg extracts did not promote age discrimination; however, non parasitized eggs, with extract of parasitized eggs were partially avoided. The results obtained indicate that G. gallardoi females might modify their responses upon contact with host. This fact suggests learning occurs; however, the acceptance and discrimination of host may be influenced by a complex array of stimuli, difficult to evaluate in isolation.
Contido em Brazilian journal of biology. São Carlos. Vol. 68, n. 1 (fev. 2008), p. 161-167
Assunto Entomologia agricola
Hospedeiro
Parasito
[en] Behavior
[en] Host selection
[en] Parasitoids
[en] Scelionidae
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/20661
Arquivos Descrição Formato
000658534.pdf (300.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.