Repositório Digital

A- A A+

Efeito da oscilação de temperatura e umidade do ar no comportamento de Salmonella enteritidis em ovos de galinha contaminados.

.

Efeito da oscilação de temperatura e umidade do ar no comportamento de Salmonella enteritidis em ovos de galinha contaminados.

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito da oscilação de temperatura e umidade do ar no comportamento de Salmonella enteritidis em ovos de galinha contaminados.
Outro título Effect of oscillation of temperature and air humidity in the behavior of Salmonella Enteritidis in contaminated chicken eggs
Autor Borges, Karen Apellanis
Pinto, Andrea Troller
Silva, Edir Nepomuceno da
Resumo A salmonelose humana é uma doença de ocorrência mundial, sendo Salmonella Enteritidis o sorovar mais isolado. A doença está associada ao consumo de produtos de origem animal, sendo que o ovo é considerado um dos principais transmissores. Muitos fatores podem influenciar na manutenção da bactéria na superfície e sua penetração no conteúdo interno, entre eles a qualidade da casca, a temperatura e a umidade do ar. Recomenda-se a refrigeração em todas as fases de processamento na cadeia produtiva de ovos, mas no Brasil não há exigência nem fiscalização para controle deste procedimento, podendo ocorrer quebra da cadeia de frio, submetendo os ovos a oscilações de temperatura e umidade. Muitos estudos utilizam métodos que favorecem o processo de contaminação dos ovos, mas não mimetizam as formas naturais de contaminação. Este trabalho teve como objetivo simular oscilações de temperatura e umidade durante o processamento de ovos in natura com casca contaminada artificialmente, e verificar a importância da qualidade da casca e dessas oscilações na manutenção do agente na superfície e sua consequente penetração no conteúdo. Nesse estudo utilizaram-se ovos de galinha com casca íntegra e casca defeituosa, artificialmente contaminados com fezes, contendo Salmonella Enteritidis. Submeteu-se esses ovos a armazenamento com oscilações de temperatura e umidade e fez-se a contagem bacteriana da superfície do ovo e do conteúdo interno (albúmen e gema). Verificou-se que a viabilidade de micro-organismos na superfície do ovo foi menor quando esses foram submetidos à temperatura de 30ºC, independentemente da qualidade da casca, analisando até o final do período de análise. Observou-se uma maior tendência de invasão da bactéria em ovos de casca defeituosa quando expostos a 30ºC.
Abstract The human salmonellosis is a disease that occurs all around the world. Salmonella Enteritidis is the most isolated serovar. This disease is associated with the consumption of animal products. Eggs are considered one of the main responsible products. Many factors can influence in the maintenance of the bacteria on the surface and its penetration into the internal content, including shell’s quality, temperature and air moisture. It is recommended refrigeration at all stages of processing in the production chain of eggs, but in Brazil there is no requirement or supervision to control this procedure, which can occur fall of the cold chain, subjecting the eggs to fluctuations in temperature and moisture. Many studies use methods that force the contamination process of eggs, but does not mimic the natural forms of contamination. This study simulated swings in temperature and moisture during the processing of artificially contaminated shells, and verify the importance of shell’s quality in the maintenance of the agent on the surface and its consequent penetration of the content. In this study it was used eggs from hens that were artificially contaminated with feces containing Salmonella Enteritidis. These eggs were submitted to storage with fluctuations in temperature and moisture. After, a counting of the bacteria was done on the surface of the egg and the internal content (albumen and yolk). It was found that the viability of microorganisms on the surface of the egg was lower when these were storage to temperatures of 30° C regardless of the quality of the shell, looking toward the end of the reporting period. There was a greater tendency for invasion of bacteria in shell eggs for defective when exposed to 30° C.
Contido em Acta scientiae veterinariae. Porto Alegre, RS. Vol. 37, n.1 (2009), p. 25-30
Assunto Ovos : Qualidade
Produtos de origem animal
Salmonella enteritidis
Umidade do ar
[en] Egg in nature
[en] Shell quality
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/20736
Arquivos Descrição Formato
000687085.pdf (38.07Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.