Repositório Digital

A- A A+

Fatores que contribuem para a falta de uniformidade de suínos de terminação

.

Fatores que contribuem para a falta de uniformidade de suínos de terminação

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fatores que contribuem para a falta de uniformidade de suínos de terminação
Outro título Factors contributing to lack of uniformity of slaughter pigs
Autor Almeida, Marcelo Nunes de
Gheller, Neimar Bonfanti
Lippke, Ricardo Tesche
Mores, Tiago José
Oliveira, Fábio Teixeira
Bernardi, Mari Lourdes
Corbellini, Luis Gustavo
Barcellos, David Emilio Santos Neves de
Resumo O aumento na variabilidade de peso ao abate vem sendo uma das maiores preocupações para a eficiente produção de suínos. Isso gera repercussão no manejo, logística de transporte que gera perdas econômicas potenciais, pela falta da expressão completa da capacidade de crescimento dos leitões, além das perdas para a indústria. A mudança nos sistemas de produção de “contínuo” para “todos dentro-todos fora” desempenhou importante papel para esta preocupação. O presente estudo visou caracterizar suínos com maior chance de pertencerem ao grupo de animais com baixo peso ao final do período de terminação. Foram definidos como de baixo peso animais que ao final do período de terminação compunham o grupo dos 15% mais leves do lote. Foram avaliados 440 animais (237 machos e 203 fêmeas) de três diferentes origens (Unidades Produtoras de Leitões – UPL’s 1, 2 e 3) alojados em duas terminações (A e B). Eles foram classificados em grupos segundo sexo e peso de alojamento, e foram anotados dados da ocorrência de doenças durante o período experimental. A chance dos leitões pertencerem à categoria de baixo peso ao final do período de terminação diminuiu na medida em que o peso de entrada aumentou (P<0,05). Fêmeas tiveram 2,0 vezes mais chance de pertencerem ao grupo com baixo peso ao final do período de terminação do que machos (P=0,01). A ocorrência de diarréia aumentou a chance dos animais pertencerem ao grupo de baixo peso. Suínos machos e aqueles pertencentes à UPL 1 foram os que apresentaram maior risco para a ocorrência de diarréia.
Abstract The increase in the variability of slaughter weight has been a major concern for the efficient pig production. This situation creates impact on management, logistics of transport that generate potential economic losses by the lack of complete expression of the growth capacity of piglets, in addition to the losses for the industry. The change in production systems to “continuous” for “all in-all out” played important role in this concern. The objective of the present study was to characterize pigs with higher chance to belong to groups of animals with low weight at the end of the finishing stage. Low weight animals were defined as those compounding the 15% lower weight group at the end of the finishing stage. A total of 440 animals was assessed (237 males and 203 females) belonging to 3 different pig farms (origin 1, 2 and 3) and housed in two finishing units. The animals were classified according to gender, weight at entry and occurrence of diseases. The chance to belong to the category of low weight at the end of the finishing period was lower as the arrival weight increased (P<0,05). Females had 2.0 higher chances to belong to the group of low weight at the end of the finishing period than males (P=0.01). Diarrhea significantly affected the weight at the end of the finishing period. Male pigs and those belonging to the origin 1 presented higher risk of diarrhea.
Contido em Acta scientiae veterinariae. Vol. 37, n.1 (2009), p. 31-37
Assunto Produção animal
Suíno
[en] Finish
[en] Lightweight
[en] Swine
[en] Uniformity
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/20799
Arquivos Descrição Formato
000709168.pdf (42.32Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.