Repositório Digital

A- A A+

Levosimendana em pacientes com insuficiência cardíaca descompensada : eficácia em uma coorte brasileira. Resultados do estudo BELIEF

.

Levosimendana em pacientes com insuficiência cardíaca descompensada : eficácia em uma coorte brasileira. Resultados do estudo BELIEF

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Levosimendana em pacientes com insuficiência cardíaca descompensada : eficácia em uma coorte brasileira. Resultados do estudo BELIEF
Autor Bocchi, Edimar Alcides
Vilas-Boas, Fábio
Moreira, Maria da Consolação Vieira
Barretto, Antonio Carlos Pereira
Lage, Silvia Helena Gelás
Albuquerque, Denílson Campos de
Baima, Jader
Rassi, Salvador
Ribeiro, Jorge Pinto
Resumo Fundamento: A levosimendana é um novo agente inodilatador que aumenta a contratilidade cardíaca pela sensibilização ao Ca(2+) e induz vasodilatação por meio da ativação dos canais KATP/BKCa. Objetivo: Estudar a eficácia e segurança da levosimendana em uma coorte brasileira portadora de insuficiência cardíaca descompensada e em pacientes resistentes a agonistas β-adrenérgicos. Métodos: O BELIEF (Brazilian Evaluation of Levosimendan Infusion Efficacy) foi um estudo aberto, prospectivo, multicêntrico e observacional realizado com 182 portadores de ICD de alto risco, todos tratados com levosimendana. O desfecho primário do estudo era alta hospitalar sem terapia inotrópica adicional (pacientes que responderam ao tratamento). Os desfechos secundários eram alterações nos parâmetros clínicos e hemodinâmicos e nos níveis de peptídeo natriurético cerebral (BNP). Resultados: A taxa de mortalidade foi de 14,8%, e 139 dos 182 pacientes responderam ao tratamento. Entre os que não responderam, a taxa de mortalidade foi de 62,8%. A pressão arterial sistólica foi um preditor de resposta ao tratamento. No grupo resistente aos agonistas β-adrenérgicos, 55,8% responderam ao tratamento. Ao todo, 54 pacientes tiveram pelo menos um evento adverso, a maioria dos quais desapareceu espontaneamente ou após redução da dose da levosimendana. Houve uma melhora significativa na qualidade de vida entre 2 e 6 meses do acompanhamento (p < 0,0001). Conclusão: Nossos resultados indicam que a infusão de levosimendana é uma terapia alternativa de curto prazo para tratamento de pacientes com ICD. A gravidade da insuficiência cardíaca pode influenciar a resposta ao tratamento com levosimendana. São necessários estudos prospectivos com uma coorte brasileira que inclua também pacientes com doença de Chagas. (Arq Bras Cardiol 2008;90(3):201-210)
Abstract Background: Levosimendan is a new inodilatory agent that enhances cardiac contractility via Ca(2+) sensitization and induces vasodilation through the activation of KATP/BKCa. Objective: To study the efficacy and safety of levosimendan in a decompensated heart failure (DHF) Brazilian cohort, and in β-adrenergic agonist resistant patients. Methods: The Brazilian Evaluation of Levosimendan Infusion Efficacy (BELIEF) study was prospective, multicenter, observational and included 182 high-risk DHF patients, all of which received open-label levosimendan. Primary end point was hospital discharge without additional inotropic therapy (responder). Secondary end points were changes in hemodynamics, clinical parameters, and brain natriuretic peptide (BNP). Results: Mortality rate was 14.8%, and 139 of 182 patients were responders. In non responders it was 62.8%. Systolic blood pressure was a predictor of response. In β-adrenergic agonist resistant group, 55.8% were responders. Overall, 54 patients experienced at least one adverse event; most of them resolved either spontaneously or after levosimendan dose reduction. A significant improvement in quality of life was verified at 2-6 months of follow-up (p<0.0001). Conclusion: Our results suggest levosimendan infusion as an alternative therapy in the short term management of DHF patients. HF severity can influence the response to levosimendan treatment. Prospective studies are warranted in a Brazilian cohort including Chagas heart disease.
Contido em Arquivos brasileiros de cardiologia. São Paulo. Vol. 90, n. 3 (mar. 2008), p. 201-210
Assunto Baixo débito cardíaco
Cardiotônicos
Dispnéia
Doença de Chagas
Insuficiência cardíaca
Pressão arterial
[en] Chagas disease
[en] Decompensated congestive heart failure
[en] Decompensated heart failure
[en] Dyspnea
[en] Heart failure
[en] Inotropic drug
[en] Levosimendan
[en] Systolic blood pressure
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/20830
Arquivos Descrição Formato
000718195.pdf (1.196Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.