Repositório Digital

A- A A+

Demanda de tração em haste sulcadora na integração lavoura-pecuária com diferentes pressões de pastejo e sua relação com o estado de compactação do solo

.

Demanda de tração em haste sulcadora na integração lavoura-pecuária com diferentes pressões de pastejo e sua relação com o estado de compactação do solo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Demanda de tração em haste sulcadora na integração lavoura-pecuária com diferentes pressões de pastejo e sua relação com o estado de compactação do solo
Autor Conte, Osmar
Levien, Renato
Trein, Carlos Ricardo
Cepik, Carla Tatiana Chaves
Debiasi, Henrique
Resumo Conduziu-se um experimento com integração lavoura-pecuária em Latossolo Vermelho distroférrico para avaliar o esforço de tração em hastes sulcadoras de adubo utilizadas em semeadura direta, atuando em diferentes profundidades e intensidades de pastejo, bem como o efeito desse último fator sobre o estado de compactação do solo. Os tratamentos principais foram constituídos pelas alturas da pastagem de inverno (aveia + azevém): 0,10; 0,20; 0,30 e 0,40 m e sem pastejo, obtidas variando-se a carga animal, e os tratamentos secundários foram duas profundidades de atuação da haste sulcadora de adubo: 0,12 e 0,15 m. A massa seca de raízes da pastagem, na camada de 0 a 0,12 m, aumentou com o incremento na intensidade de pastejo. Analisando os valores de resistência mecânica do solo à penetração, o efeito do pastejo foi detectado até 0,12 m, sendo crescentes com a intensidade de pastejo. A força de tração demandada pelas hastes aumentou de 1.900 para 4.300 N (120%), quando a profundidade de trabalho passou de 0,12 para 0,15 m. O esforço de tração nas hastes sulcadoras também foi maior quanto maior a carga de animais sobre a pastagem, embora as diferenças tenham sido significativas apenas entre os tratamentos sem pastejo e os mantidos a alturas de 0,10 e 0,20 m. Os valores de resistência do solo à penetração e de esforço de tração demandado pelas hastes sulcadoras apresentaram correlação significativa.
Abstract An experiment was carried out with crop and cattle rotation in an Oxisoil, in Tupanciretã - RS, which aimed to evaluate the draft effort in fertilizer direct drillings used in direct seeding, working at different depths and intensities of fields under different grazing pressures. Grazing pressure effects on soil compactness were also assessed. The main treatments were grazing maintaining 0.10, 0.20, 0.30, 0.40 m pasture (Lolium multiflorum + Avena strigosa) without grazing, height (adjusting the number of cows on the plots) and two working depths of fertilizer shanks: 0.12 m and 0.15 m. Root dry matter in the superficial layer (0.0 - 0.12 m) was increased when higher grazing pressures were used. Soil resistance to a penetrometer showed increased values at higher grazing pressures; it was detected until 0.12 m depth. Draft requirement of fertilizer shanks increased from 1,900 to 4,300 N (120%) when the working depth changed from 0.12 m to 0.15 m condition. Draft demand by fertilizer shanks was higher on soils under higher pressures as well, but the absolute values showed that only treatments with remaining heights of 0.10 and 0.20 m were different from those found without grazing systems. Soil resistance to penetrometer and power demand by fertilizer shanks was closely related.
Contido em Engenharia Agrícola. Jaboticabal, SP. Vol. 27, n. 1 (jan./abr. 2007), p. 220-228
Assunto Adubacao
Compactação do solo
Latossolo vermelho
Semeadura
[en] Furrow opener
[en] No tillage
[en] Seed drill
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/21062
Arquivos Descrição Formato
000597677.pdf (167.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.