Repositório Digital

A- A A+

Do 'Dia que virá' ao 'Tempo que já é' : a representação do tempo nas letras de canções da MPB e do iê-iê-iê (1965-1967)

.

Do 'Dia que virá' ao 'Tempo que já é' : a representação do tempo nas letras de canções da MPB e do iê-iê-iê (1965-1967)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Do 'Dia que virá' ao 'Tempo que já é' : a representação do tempo nas letras de canções da MPB e do iê-iê-iê (1965-1967)
Autor Paixão, Débora Rodrigues
Orientador Avancini, José Augusto Costa
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Historia da musica popular
Resumo A década de 1960, no Brasil, é um período de efervescências políticas, econômicas, sociais e culturais que se intensificavam através de posicionamentos dicotômicos; e é neste panorama que dois gêneros musicais de matrizes estéticas opostas disputaram as atenções do público e os espaços disponíveis nos meios de comunicação entre os anos de 1965 e 1967: MPB e o iê-iê-iê. O presente estudo versa sobre as diferenças e similaridades na representação do tempo expressas nas letras de canções destes dois estilos, a partir de uma análise comparativa das canções Olê, olá e Quero que vá tudo para o inferno. Em diálogo com as especificidades do período e seus processos de formação estético-ideológicos as canções da MPB caracterizamse pela denúncia social e a crença em um futuro redentor, ao passo que as letras de iê-iê-iê destacam-se pelo individualismo e o imediatismo.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/21323
Arquivos Descrição Formato
000736689.pdf (1.427Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.