Repositório Digital

A- A A+

O texto narrativo como intervenção terapêutica em problemas da linguagem escrita na adolescência

.

O texto narrativo como intervenção terapêutica em problemas da linguagem escrita na adolescência

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O texto narrativo como intervenção terapêutica em problemas da linguagem escrita na adolescência
Outro título The narrative text as therapeutic intervention for written language problems in adolescence
Autor Grohs, Glaucia Helena Motta
Orientador Sperb, Tania Mara
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Adolescente
Escrita
Narrativas
Psicoterapia psicanalítica
Transtornos de aprendizagem
[en] Narratives
[en] Psychotherapy
[en] Written language
Resumo Dentro do enquadre da pesquisa em psicoterapia, este trabalho investigou em que medida o uso de narrativas no contexto de psicoterapia de orientação psicanalítica pode tornar-se um instrumento de intervenção e análise para adolescentes que fazem sintoma na aprendizagem da linguagem escrita-alfabetização. Participou desta pesquisa um adolescente institucionalizado de treze anos, selecionado na clínica escola da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, e que apresentava recorrentes dificuldades de alfabetização. Os critérios de inclusão de participação foram: três repetições da primeira série; não apresentação de desvios de ordem neurológica, intelectual ou psicolingüística; e intervenções psicopedagógicas que resultaram sem sucesso. Os dados para este trabalho foram provenientes do tratamento psicoterápico que teve a duração de um ano, perfazendo um total de quarenta e quatro sessões individuais. As sessões foram gravadas e transcritas literalmente ao longo do processo clínico. O material utilizado para a análise provém das sessenta e sete produções escritas e orais em forma de músicas e raps, realizadas conjuntamente com a pesquisadora-terapeuta no período deste ano de psicoterapia. Deste total, foram selecionados um conjunto de nove narrativas que foram compostas em formato de músicas e raps, tendo como critério de seleção o tempo total do tratamento dividido por meses. A cada dois meses selecionou-se duas composições que foram consideradas exemplos destes períodos, devido à maior recorrência de cada uma delas.Os dados foram submetidos a duas análises, realizadas com o mesmo conjunto de composições. A primeira análise indicou que as composições musicais estruturam-se como narrativas, segundo os princípios de sucessão e transformação, propostos por Tzvetan Todorov. A especificidade encontrada no contexto psicoterápico diz respeito à característica repetição. A segunda análise do discurso narrativo considera a questão da Voz do narrador, a partir de Genette. O resultado desta análise mostrou o processo de construção de um sujeito-autor de suas produções como efeito da narratividade do paciente no contexto psicoterápico, ao direcionar sua narração ao seu interlocutor, o terapeuta. Os resultados, ao possibilitarem a análise do processo de construção da autoria, permitem concluir que o uso de textos narrativos em contexto psicoterápico constitui-se como um instrumento eficaz de intervenção no sintoma da não-aprendizagem.
Abstract Within the psychotherapy research framework, this study investigated how the use of narratives in the psychoanalytic oriented psychotherapy context may become an instrument of intervention and analysis for adolescents who show symptoms in writing and reading. Participated in this research an institutionalized thirteen year-old adolescent, selected from the Federal University of Rio Grande do Sul school clinic, and who displayed recurrent reading problems. Inclusion criteria for participation were: three times first-grade repetitions; no presentation of any neurological, intellectual or psycholinguistic disorders; pedagogic interventions without success. Data of this work were drawn from one-year psychotherapy, totalizing forty-four individual sessions. The clinical sessions were tape-recorded and fully transcribed. The material used in the analysis came from sixty-seven oral and written productions. These were music and raps composed together with the research-therapist during the one-year psychotherapy. From this total number, a group of nine narratives, composed in music and rap formats, was selected. The treatment total time was divided by month, resulting that at each two months two compositions were selected as examples, inasmuch the recurrence of each of them. The same compositions were submitted to two different analyses. The first analysis showed that these particular compositions are structured as narratives, as proposed by Tzvetan Todorov. The specificity found in the psychotherapic context relates to repetition. The second analysis considered the question of the narrator’s Voice, as set up by Genette. Results of this second analysis showed the process of construction of a subject-author of his productions as an effect of the patient’s narrativity in the psychotherapic context , in the course of narrating to his interlocutor, the therapist. The results made possible the analysis of the process of construction of an author. Thus, these results permit to conclude that the use of narrative texts in the psychoanalytic oriented psychotherapy context is an efficient instrument for intervention in cases where the learning symptom is shown.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/21412
Arquivos Descrição Formato
000734376.pdf (1.973Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.