Repositório Digital

A- A A+

Bactérias endofíticas de eucalípito e potencial uso no controle de doeças e promoção de crescimento de mudas em viveiros florestais

.

Bactérias endofíticas de eucalípito e potencial uso no controle de doeças e promoção de crescimento de mudas em viveiros florestais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Bactérias endofíticas de eucalípito e potencial uso no controle de doeças e promoção de crescimento de mudas em viveiros florestais
Outro título Endophytic bacteria from eucalyptus and potential use in diseases control and growth promotion of plantlets in forestry nurseries
Autor Paz, Isabel Cristina Padula
Orientador Matsumura, Aida Terezinha Santos
Co-orientador Azevedo, Joao Lucio de
Data 2009
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia.
Assunto Bacteria
Controle biologico
Doença de planta
Eucalipto
Floresta
Resumo O Rio Grande do Sul com a implantação de novas empresas da área florestal e aumento da produtividade das já estabelecidas tende a se tornar um importante pólo da produção de papel e celulose no Brasil. Como plantas de Eucalyptus spp. são a principal fonte para extração de celulose, o plantio de extensas áreas se faz necessário para suprimento de matéria-prima, portanto, a produção de mudas de qualidade é primaz. A produção de mudas de eucaliptos sofre perdas importantes devido ao ataque de microrganismos fitopatogênicos em condições de viveiro, sendo os mesmos controlados basicamente por meio de resistência genética e pelo uso de insumos químicos. Entretanto, não há produtos químicos registrados para a eucaliptocultura e, e alguns casos como o da bacteriose foliar causada por Xanthomonas sp., inexistem métodos efetivos de controle desta doença. Neste sentido, este trabalho visou o isolamento, a caracterização bioquímica e molecular, e a aplicação de bactérias endofíticas que atuem na redução de doenças nos viveiros de eucalipto e/ou estejam associados à promoção de crescimento vegetal, diminuindo assim os custos de produção e o impacto ambiental causado pelo uso de insumos químicos. Dos 28 isolados de bactérias endofíticas, oito mostraram-se promissores nos ensaios in vitro, e o isolado de Bacillus subtilis EUCB10 foi o mais efetivo nos ensaios de controle de doenças e promoção de crescimento nos ensaios in vivo, tanto no verão quanto no inverno. Alguns isolados de bactérias endofíticas de eucalipto foram produtores de enzimas extracelulares, metabólitos voláteis, HCN e AIA, além de serem capazes de solubilizar fosfato e fixar nitrogênio, sendo possível relacionar a produção de alguns metabólitos avaliados com os índices de biocontrole e promoção de crescimento in vivo.
Abstract The state of Rio Grande do Sul with the implantation of new enterprises in the forest area and with the increase of the productivity of those already established tends to become an important production polo of paper and cellulose. Since plants such as the Eucalyptus spp. are the main source of extraction of cellulose, the plantation of extensive areas is necessary for the supply of raw material, therefore the production of quality seedlings is foremost. The production of eucalyptus seedlings undergoes serious losses due to the attack of pathogens in nursery conditions, controlled basically through genetic resistance and through the use of chemical insumes. However, there is no registered chemical product for eucalyptus farming and in some cases such as the foliar bacteriosis caused by Xanthomonas sp. there is no effective control method of the disease. In that sense this work aimed at the isolation, the biochemical and molecular characterization and the application of endophytic bacteria that act in the reduction of diseases in the eucalyptus plant nursery and/or that are associated to the promotion of vegetable growth, thus decreasing the production costs and the environmental impact caused by the use of chemical insumes. Of the twenty-eight endophytic bacterial isolates eight showed to be promising in the in vitro assays and the Bacillus subtilis EUCB10 isolate was the most effective in the control assays of diseases and the growth production in the in vivo assays, not only in summer as well as in winter. Some eucalyptus endophytic bacterial isolates were extracellular enzyme producers, volatile metabolites, HCN and AIA, in addition to being capable of solubilizing phosphate and fixing nitrogen, being therefore possible to relate the production of some metabolites evaluated to biocontrol indexes and to the promotion of growth in vivo.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/21638
Arquivos Descrição Formato
000737948.pdf (6.307Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.