Repositório Digital

A- A A+

The madwoman in the quarter : 'A streetcar named desire' as a case of intersemiotic genre shift

.

The madwoman in the quarter : 'A streetcar named desire' as a case of intersemiotic genre shift

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título The madwoman in the quarter : 'A streetcar named desire' as a case of intersemiotic genre shift
Autor Jacques, Karina Schultz
Orientador Maggio, Sandra Sirangelo
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Curso de Letras: Língua Moderna: Inglês: Licenciatura.
Assunto Cinema americano
Genero literario
Teatro
[en] American cinema
[en] American theater
[en] A streetcar named desire
[en] Melodrama
[en] Tennessee Williams
[en] Tragedy
Resumo A crítica moderna com freqüência classifica a peça Um Bonde Chamado Desejo, de Tennessee Williams, como sendo uma tragédia. Neste estudo argumento que a adaptação da peça para o cinema em 1951, dirigida por Elia Kazan, introduziu elementos suficientes de melodrama para eclipsar a estrutura trágica original, desta forma transformando o gênero da obra. Minhas definições de ambos os gêneros vêm de ensaios de Arthur Miller, John Fell, Kent Gallagher e Alan Thompson. Adicionalmente, estudos publicados de Maureen Turim e R. Barton Palmer proporcionam uma visão da indústria cinematográfica nos anos 40 e 50 e a predominância do melodrama na preferência popular, estabelecendo, desta forma, o contexto para a mudança de gênero que acontece na peça de Williams - mudança esta estabelecida principalmente na forma e na moralidade do melodrama nos palcos vitorianos.
Abstract Modern criticism often classifies Tennessee Williams’s A Streetcar Named Desire as a tragedy. In this study I argue that Elia Kazan’s 1951 filmic adaptation of the play introduced enough elements of melodrama to overshadow the original tragic structure, effectively shifting the work’s genre. My definitions of both genres come from essays by Arthur Miller, John Fell, Kent Gallagher and Alan Thompson. Additionally, studies by Maureen Turim and R. Barton Palmer provide an overview of US film industry in the 1940s and 1950s and the predominance of melodrama in popular preference, establishing thus the context for the genre shift operated on Williams’s play, rooted principally in the form and morality of Victorian stage melodrama.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/21644
Arquivos Descrição Formato
000738183.pdf (514.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.