Repositório Digital

A- A A+

Cerebrovascular disease in pediatric patients

.

Cerebrovascular disease in pediatric patients

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Cerebrovascular disease in pediatric patients
Autor Rotta, Newra Tellechea
Silva, Alexandre Rodrigues da
Silva, Flora Luciana F. da
Ohlweiler, Lygia
Belarmino Junior, Eraldo
Fonteles, Valéria Raimundo
Ranzan, Josiane
Rodríguez Ortiz, Francisco de Borja
Martins, Régis Osório
Resumo Doença cerebrovascular isquêmica (DCVI) é rara na infância, mas quando ocorre, o impacto pode ser muito sério. Pode ser a primeira manifestação de uma doença sistêmica. Relatamos a ocorrência de 12 casos de DCVI. Foram diagnosticados e tratados no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) na Unidade de Neuropediatria de março de 1997 a março de 2000. Todos os casos com suspeita clínica de DCVI foram confirmados por avaliação radiológica de recém-nascidos de termo (RNT) a crianças até 12 anos de idade, que internaram na Unidade de Pediatria do HCPA. Eles foram acompanhados de um a seis anos (média 3,4 anos). Os sintomas iniciais foram: hemiparesia em 9 pacientes, convulsões em 7, desvio da comissura labial em 3 e perda da consciência em um. O aumento do reconhecimento de DCVI em crianças, auxiliado pela confirmação do diagnóstico através de exames não invasivos, tem auxiliado na identificação da etiologia. As etiologias mais frequentes foram doenças hematológicas, cardíacas e genéticas. Contudo, nosso estudo mostrou 6 recém-nascidos com DCVI em que não foi identificada etiologia. Sete crianças com convulsões usaram fenobarbital. Em seis RNT com DCVI as convulsões estiveram restritas às primeiras 72 horas de vida.
Abstract Although rare in childhood, stroke may have a serious impact when it happens in this stage of life. Also, it may be the first sign of a systemic disease. We report 12 cases of patients with stroke treated in the Neuropediatrics Unit of Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) from March 1997 to March 2000. All patients, from term infants to 12-year-old children hospitalized in the Pediatrics Unit of HCPA, had clinical suspicion of stroke, which was later confirmed by radiological studies. Patient follow up ranged from 1 to 6 years (mean = 3.4 years). Presenting symptoms were hemiparesis in 9 patients, seizures in 7, deviation of labial commissure in 3, and loss of consciousness in 1. The increase in the number of cases of childhood stroke identified and later confirmed by noninvasive methods had helped in the determination of different ethiologies of stroke: the most frequent being hematologic, cardiac and genetic diseases. However, our study included 6 newborns with stroke whose ethiology was not identified. Seven children with seizures received phenobarbital. Six term infants had neonatal seizures secondary to stroke and restricted to the first 72 hours of life.
Contido em Arquivos de neuro-psiquiatria. São Paulo. Vol. 60, n. 4 (dez. 2002), p. 959-963
Assunto Acidente cerebral vascular
Criança
Isquemia encefálica
Neurologia pediátrica
[en] Cerebrovascular disease
[en] Children
[en] Stroke
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/21882
Arquivos Descrição Formato
000341264.pdf (167.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.