Repositório Digital

A- A A+

Microscopia eletrônica de varredura do endotélio da córnea de avestruz

.

Microscopia eletrônica de varredura do endotélio da córnea de avestruz

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Microscopia eletrônica de varredura do endotélio da córnea de avestruz
Outro título Scanning electron microscopy of the corneal endothelium of ostrich
Autor Pigatto, João Antonio Tadeu
Franzen, Angela Aguiar
Pereira, Fabiana Quartiero
Almeida, Ana Carolina da Veiga Rodarte de
Laus, José Luiz
Santos, Jaime Maia dos
Guedes, Pedro Mancinni
Barros, Paulo
Resumo Objetivou-se examinar a superfície posterior do endotélio corneano e realizar análise morfométrica das células endoteliais da córnea de avestruz (Struthio camelus) valendose da microscopia eletrônica de varredura. Avaliaram-se o número de lados, a área celular média, a densidade celular e o coeficiente de variação da área celular. O endotélio corneano de avestruz constitui-se de células poligonais uniformes em tamanho e forma, e com poucas interdigitações das bordas celulares. Visibilizaram-se microvilosidades na superfície celular. A área celular média foi de 269±18μm2 e a densidade celular foi de 3717±240 células mm-2. O coeficiente de variação foi de 0,06 e o percentual de células hexagonais de 75%. Não foram observadas diferenças significativas entre os parâmetros avaliados entre os olhos esquerdo e direito. Este estudo demonstrou que o endotélio corneano de avestruz é semelhante ao descrito em outros vertebrados.
Abstract The aim of this study was to examine the endothelial surface morphology and perform a morphometric analysis of the corneal endothelial cells of ostrich (Struthio camelus) using scanning electron microscopy. Polygonality, mean cell area, cell density and coefficient of variation of mean cell area were analyzed. The normal corneal endothelium consisted of polygonal cells of uniform size and shape with few interdigitations of the cell borders. Microvilli appeared as protusions on the cellular surface. The average cell area was 269±18μm2 and the endothelial cell density was 3717±240cells mm-2. The coefficient of variation of the cell area was 0.06, and the percentage of hexagonal cells was 75%. The parameters evaluated did not differ significantly between the right and the left eye from the same ostrich. The results of this study showed that the ostrich corneal endothelial cells appear quite similar to those of the other vertebrates.
Contido em Ciencia rural. Santa Maria. Vol. 39, n. 3 (maio./jun. 2009), p. 926-929
Assunto Avestruz
Oftalmologia Veterinária
[en] Corneal
[en] Endothelium
[en] Ostrich
[en] Struthio camelus
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/22012
Arquivos Descrição Formato
000692178.pdf (248.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.