Repositório Digital

A- A A+

Fatores associados à soroprevalência de Salmonella em rebanhos comerciais de suínos

.

Fatores associados à soroprevalência de Salmonella em rebanhos comerciais de suínos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fatores associados à soroprevalência de Salmonella em rebanhos comerciais de suínos
Outro título Factors associated with seroprevalence of Salmonella in commercial pig herds
Autor Kich, Jalusa Deon
Mores, Nelson
Piffer, Itamar Antônio
Coldebella, A.
Amaral, Armando Lopes do
Ramminger, Lucas
Cardoso, Marisa Ribeiro de Itapema
Resumo Um estudo transversal foi utilizado para identificar fatores associados à prevalência de suínos sorologicamente positivos para Salmonella nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Sessenta e cinco granjas foram visitadas uma semana antes do abate dos animais para aplicação de questionário e coletas de ração, água e sangue. A ração foi submetida à pesquisa de Salmonella por isolamento e PCR. Foram testados soros de aproximadamente 40 leitões de cada propriedade utilizando ELISA com antígeno do sorovar Typhimurium. Após a análise de distribuição da prevalência, as granjas foram classificadas em três categorias, baixa (até 40%), média (40-70%) e alta (mais de 70%). Estas categorias constituíram a variável explicada e a pesquisa de Salmonella na ração, colimetria da água e as respostas do questionário, as variáveis explicativas. Inicialmente, a associação entre as variáveis explicativas e a explicada foi estudada pelo teste de χ2. As variáveis associadas (P≤0,1) foram submetidas à análise fatorial de correspondência múltipla, com a qual foi possível identificar a associação da maior soroprevalência com o seguinte conjunto de variáveis: nas granjas terminadoras, uso de ração peletizada, distribuição de dejetos a menos de 100m do local de captação de água, não utilização de comedouro do modelo comedouro/bebedouro, transporte com freteiro misturando animais de várias granjas; nas granjas de ciclo completo, ingredientes de ração desprotegidos de outros animais, ausência de controle de roedores, ração seca, ausência de cerca, não uso da pintura com cal após lavagem e desinfecção e a entrada de outras pessoas, além do técnico, na granja. Das 65 granjas visitadas, 98,5% foram ELISA positivas com soroprevalência 57,6% (intervalo de confiança entre 56- 60%).
Abstract A cross-sectional study was conducted with 65 finishing pig herds from the states of Rio Grande do Sul and Santa Catarina, Brazil, in order to identify factors associated with seroprevalence for Salmonella. Pig farms were visited one week prior to slaughtering of animals when personnel were asked to answer a questionnaire. Feed was also sampled for attempts of Salmonella isolation, water for colimetrics analisis and around 40 pigs were bled. Feed samples were subjected to Salmonella isolation in selective media and sera were tested in an ELISA, plates were coated with antigens of serovar Typhimurium. Herds were classified in one of three categories according to the prevalence of ELISA positive sera, being low (less then 40% of positive sera), medium (between 40 and 70% positive sera) or high (more then 70% positive sera). Seroprevalence was used as the explanatory variable and results obtained from the attempts to isolate Salmonella from feed, water colimetrics results and the questionnaire answers were used as explanatory variables. Initially, attempts of association between explanatory and explained variables were performed using the chi-square test. When associated (P≤0.1), the two variables underwent multiple correspondence analysis. Factors associated with herds having high seroprevalence were: in finishing herds, pelleted feed, swine manure disposal less than 100m from surface water, feeder not provided with water drinker, swine from several herds transported together to slaughterhouse; in the farrow-to-finish herds, feed ingridients exposure to other animals, no active rodent control, dry feed, absence of fence, whitewashing of facilities after cleaning and disinfecting and permission for other people entrance to the herd. Among the 65 pig herds visited, 98.5% were ELISA-positive, with seroprevalence of 57.6% (confidence interval 56 to 60%).
Contido em Ciência rural. Santa Maria. Vol. 35, n. 2 (mar./abr. 2005), p. 398-405
Assunto Salmonella : Alimentos de origem animal
Salmonella : Suínos
Soroprevalência
[en] Correspondence analysis
[en] Cross-sectional study
[en] ELISA
[en] Prevalence
[en] Salmonella
[en] Swine
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/22168
Arquivos Descrição Formato
000453925.pdf (68.37Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.