Repositório Digital

A- A A+

Indicadores do ambiente ruminal e suas relações com a composição do leite e células somáticas em diferentes períodos da primeira fase da lactação em vacas de alta produção

.

Indicadores do ambiente ruminal e suas relações com a composição do leite e células somáticas em diferentes períodos da primeira fase da lactação em vacas de alta produção

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Indicadores do ambiente ruminal e suas relações com a composição do leite e células somáticas em diferentes períodos da primeira fase da lactação em vacas de alta produção
Outro título Indicators of rumen environment and their relation with milk composition and somatic cells in the first phase of lactation in high-yielding dairy cows
Autor Campos, Rómulo
Diaz Gonzalez, Felix Hilario
Coldebella, A.
Cardoso, Felipe Cardoso de
Resumo No atual sistema internacional de pagamento do leite por qualidade, têm-se valorizado dois aspectos fundamentais: a contagem de células somáticas (CCS) e o conteúdo de sólidos totais. O primeiro fator depende da saúde da glândula mamária e o segundo, de maior importância econômica para os laticínios, está relacionado com o manejo alimentar e a raça dos animais. O ambiente ruminal pode modificar a composição do leite, em especial o teor de gordura. A fonte principal de proteína nos ruminantes depende da síntese de proteína no rúmen. Os atuais sistemas de alimentação, usados em vacas de alta produção, predispõem os animais à apresentação de síndromes metabólicas o que direta ou indiretamente afeta a produção de leite. Objetivou-se, com o presente trabalho, relacionar indicadores do ambiente ruminal (tempo de redução com azul de metileno e pH) e o pH da urina com a composição do leite (sólidos totais) e a CCS. Não foi encontrada associação estatística entre os parâmetros avaliados. Os valores médios dos sólidos não-gordurosos analisados no estudo foram inferiores ao limite estabelecido pela norma oficial do Brasil.
Abstract In the current international milk payment system, where the quality is the main factor; two fundamental aspects have acquired great importance: the somatic cells count and the amount of total solids. The first one depends on the health of the mammary gland and the second factor, which has more economic impact for the dairy industry, is directly related to feeding management and the cattle breed. The environment of the rumen can modify the composition of the milk, specially the fat percentage. The main source of protein in the ruminants depends on the synthesis of protein in the rumen. The current feeding systems used in high-yielding dairy cows, predispose them to the outcome of metabolic syndromes that directly or indirectly affect the milk production. The purpose of this study was to establish a relation between the index of the rumen environment (Methylene blue reduction time and pH) and urinary pH with the composition of the milk and the somatic cells count. None statistical relation was found among the parameters evaluated. The average values of non fat solids in this study were below the official values approved in Brazil.
Contido em Ciência Rural. Santa Maria. Vol. 36, n. 2 (mar./abr. 2006), p. 525-530
Assunto Ph
Qualidade do leite
Rúmen
Sólidos
[en] Milk composition
[en] Ruminal pH
[en] Total solids
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/22183
Arquivos Descrição Formato
000516848.pdf (53.58Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.